Análise – SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated

A nostalgia dos jogos de plataformas 3D, reidratada.

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated

SpongeBob SquarePants está de volta em forma de jogo. Battle for Bikini Bottom Rehydrated está aqui para entreter os mais novos e, quem sabe até, satisfazer o bichinho da nostalgia por jogos de plataformas aos mais velhos.

Lançado originalmente em 2003 para as consolas de 128 bit, SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom apareceu na era do pico de popularidade daquela que é uma das grandes mascotes da Nickelodeon. O humor absurdo que variava entre a inocência das personagens e, por vezes, a perversidade de algumas situações que passavam ao lado dos mais novos, era o misto perfeito para entreter público dos 8 aos 80. Aliás, o seu jogo aproveitou bem esses ingredientes ao entreter os jogadores e ao colocar-se quase no meio da tabela dos 100 melhores jogos do século XXI, num top elaborado pela já defunta revista EDGE em 2010.

Sempre vi SpongeBob SquarePants de forma muito casual, isto quando o apanhava na televisão, pelo que o lançamento de SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom passou-me completamente ao lado na altura. Contudo, sou um fã de produtos nostálgicos e o registo de Rehydrated encaixa na perfeição, pelo que sinto muito carinho por jogos de plataformas lançados no virar do século. Super Mario 64, Croc e, mais particularmente, Bugs Bunny: Lost In time foram alguns dos títulos do género que me ocuparam tarde inteiras enquanto explorava os seus níveis, colecionava itens e combatia bosses. Todos os sentimentos que me lembro dessa altura estão aqui presentes em Rehydrated.

Tal como os mais recentes Crash Bandicoot N’Sane Trilogy e Spyro Reignited Trilogy, SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated é precisamente aquilo que os fãs do género e do jogo podem estar à espera: uma fiel recriação de um clássico, produzido de raiz, mas que mantém toda a sua filosofia e elementos no sítio em que nos lembramos, ao mesmo tempo que se ajusta às capacidades das máquinas mais modernas e aos controlos mais atuais.

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated

Rehydrated não é nenhum portento gráfico, nem se destaca por visuais tão sólidos e quase CGI como os dois exemplos dados em cima. Ainda assim, faz o suficiente para se manter moderno, denso, rico e atmosférico. Há novas tecnologias que tornam o jogo muito mais próximo de uma animação computorizada da série animada e há algum cuidado na criação de novas animações, cinemáticas e muitos outros elementos novos e dinâmicos que enchem o ecrã ao longo da nossa exploração dos níveis.

SpongeBob SquarePants quebra regularmente as suas próprias regras com o seu lado absurdo, tornando tudo possível e libertando as audiências de histórias e contos consequentes e ligações. SpongeBob SquarePants tem um mundo e personagens com os seus traços característicos onde qualquer coisa pode acontecer e, por isso, Battle for Bikini Bottom Rehydrated tira partido disso mesmo, com uma história nova que funciona como um novo episódio longo ou um filme.

Nesta aventura, Bikini Bottom é invadida por uma força robótica, libertada acidentalmente pelo pequeno e ambicioso Plankton, enquanto este procurava uma nova forma de roubar a receita secreta do Krabby Patty. Para travar o domínio dos robôs que continuam a multiplicar-se um pouco por toda a parte, SpongeBob e amigos partem para aventura, nível por nível, para parar a máquina que está a produzir os robôs, a Duplicatotron 3000. É uma sinopse simples e rebuscada, que, além de refletir a inocência do público de SpongeBob, funciona na perfeição para justificar a nossa jornada.

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated

Ao longo de uma seleção bastante vasta de níveis, bem diferentes uns dos outros, vamos acumulando diferentes tipos de itens que podemos usar para avançar na história, abrir zonas secretas e lutar contra bosses. É, no fundo, um collectathon à antiga, capaz de absorver horas e horas sem darmos por isso.

Este sentimento de perda de tempo é acrescido devido à sua simples jogabilidade que se multiplica graças ao leque de personagens jogáveis ao nosso dispor. Além de SpongeBob, podemos jogar com Sandy e Patrick, com os seus próprios leques de habilidades para repetir zonas ou explorar locais e atividades novas e únicas a cada um deles.

Mecanicamente, o jogo é simples e expectável do que seria um jogo da primeira década dos anos 2000, mas Rehydrated faz um ótimo trabalho em manter o jogo relativamente atual, muito graças às animações das personagens que respondem adoravelmente às nossas ações.

Um aspeto menos positivo na jogabilidade é a forma como os segmentos mais de plataforma e algumas áreas são difíceis de alcançar ou ultrapassar devido à pouca noção que o jogo nos dá das áreas de queda. Tal como outros jogos do género, é possível ver onde a personagem vai cair através da sua sombra, mas, em Rehydrated, é por vezes frustrante acertar com as quedas, requerendo tentativas desnecessárias para apanhar itens especiais e outras vezes fazendo com que tenhamos que desistir.

Mas SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated é um jogo fácil de jogar e muito divertido de explorar. As personagens mais importantes da série estão lá todas, com as vozes originais a interpetarem os favoritos e conta até com algumas mini-missões cheias de diálogos e interações hilariantes.

Mais para miúdos do que para graúdos, SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated não revoluciona ou é o melhor dentro do seu género, mas é uma pequena pérola entre tanto jogo sério e competitivo, com muito divertimento e conteúdo para explorar que merece uma espreitadela no PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Nota: Bom

Plataformas: PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch
Este jogo (versão PlayStation 4) foi cedido para análise pela Dead Good Media.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,850FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

SpongeBob vai ter um filme dedicado à origem de Bikini Bottom

A esponja mais acarinhada da televisão prepara-se para voltar ao cinema com um terceiro filme, desta vez com uma...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Estas são as melhorias dos jogos da Ubisoft na nova geração

De Watch Dogs a Far Cry, são muitos os jogos preparados para as novas consolas.