SoSushi. Há um novo restaurante virtual de sushi que faz entregas nos concelhos de Coimbra e Aveiro

Diz-se e lê-se sou sushi.

Sushi4you
- Publicidade -

Há algum tempo que os restaurantes estão fechados, mas isso não significa que novos negócios não possam surgir. Enquanto que alguns empreendedores abrem espaços para que possam, eventualmente, receber pessoas, outros optam por lançar propostas virtuais. É o caso do SoSushi, um novo restaurante virtual que faz entregas nos concelhos de Coimbra e Aveiro.

No SoSushi (diz-se e lê-se sou sushi), o sushi é descomplicado, centrado nos sabores mais procurados, muito fresco e feito por mãos sábias. A ementa baseia-se em combinados de 16 ou 32 peças (13€ e 26€, respetivamente) tradicionais, fusão ou vegetarianos. Na carta existem ainda as opções à peça em pequenas ou médias doses, pelo que poderão optar por encomendar Sopa Miso, gyosas ou crepes vegetais nas entradas, makis, temakis, gunkans, nigiris, sashimi e até bolachas artesanais. Os preços são a combinar com tudo isto: justos e simpáticos para permitir ter sushi mais vezes em casa.

Para que tudo isto funcione, há uma plataforma através da qual podem fazer a vossa encomenda, sendo também possível ligar diretamente (9124180467). Este é o ponto positivo do SoSushi: não trabalha com plataformas de delivery, optando antes por um serviço próprio de entregas. Tal permite poupar custos, pois não só não têm de pagar taxas a plataformas como a Uber Eats ou Glovo, como o preço das peças não necessita de ser aumentado, o que é frequente acontecer nesses serviços.

Assim, o serviço do SoSushi faz-se exclusivamente em delivery de duas formas diferentes: entregas personalizadas que são entregues na morada definida pelo cliente e através de rotas semanais com pickup points em cada um dos concelhos abrangidos. Neste momento, as entregas personalizadas são feitas em todos os concelhos do distrito de Coimbra e mais três concelhos do distrito de Aveiro (Mealhada, Anadia e Oliveira do Bairro).

Relativamente às rotas, existem seis diferentes, de terça a domingo, abrangendo 12 dos 17 concelhos de Coimbra e mais três concelhos de Aveiro.

Quanto ao custo das entregas, vai variando. No perímetro mais urbano (até 5km) é 2€, entre 5 e 10km são 3€ e depois vai crescendo em função da distância. Nas rotas, os valores são entre os 3,5€ e os 4,5€. Em todo o caso, estão previstas algumas iniciativas de promoção, umas mais habituais e outras mais “fora da caixa”.

Apesar de ser um conceito que nasceu em Coimbra, o SoSushi está pensado para ser implementado em qualquer lado. O objetivo é que a expansão possa acontecer organicamente (diretamente do grupo fundador) mas principalmente através de parceiros investidores locais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
785SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Xiaomi vai abrir uma Mi Store em Coimbra

Assim se cumpre a promessa de ter uma loja na região centro do país.

Too Good To Go anuncia chegada a Aveiro, Viseu e Setúbal

São cada vez mais os estabelecimentos que combatem o desperdício alimentar.

Entrevista – Coimbra está mais saudável graças à Legumes & Outros Vícios

Um negócio jovem com um conceito baseado na alimentação saudável e cujo objetivo passa por ser uma referência no setor.

Free Now acaba de chegar a Coimbra, Aveiro e Figueira da Foz

Quer isto dizer que já é possível viajar pelo centro do país com recurso aos serviços desta empresa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

North Music Festival é adiado, mas para setembro e outubro deste ano

Dois meses depois, eis que finalmente temos novidades sobre o North Music Festival 2021.

Reconstrução do Muro das Namoradeiras no Terreiro do Paço está finalizada

A reconstrução do Muro das Namoradeiras envolveu a inventariação de mais de 400 pedras que se encontravam depositadas nas instalações do Metro da Pontinha.

Não responder aos Censos 2021 dá origem a uma multa que vai dos 250 até um máximo de 100 mil euros

Sim, é mesmo essa informação que surge no Decreto-Lei n.º 54/2019 de 18 de abril.