Afinal, o Samsung Galaxy Z Flip tem ou não vidro no ecrã?

Quando aconteceu a revelação oficial do muito antecipado Galaxy Z Flip, a Samsung fez questão de referir que o mesmo “combina um ecrã Infinity Flex (flexível infinito) com vidro ultrafino (UTG), que possui propriedades dobráveis, tornando-o mais fino com uma aparência elegante e premium que nunca vista num dispositivo dobrável antes”. Porém, um famoso youtuber veio agora dizer que a marca sul-coreana está a usar vidro falso.

- Publicidade -

Falamos, claro, de Zack Nelson, dono do canal JerryRigEverything, que fez o já mais que conhecido teste de resistência ao novo dobrável da Samsung. Spoiler alert: o smartphone falhou em quase todos os aspetos.

No vídeo que podem ver aqui em baixo, Nelson aponta o dedo à Samsung, dizendo que esta mente quando diz usar vidro ultrafino quando, na verdade, o ecrã do Z Flip começa a ficar com riscos no nível 2 (escala vai até 10), mesmo nível em que os ecrãs de plástico começam a riscar.

Aliás, uma simples unha chega para deixar mazelas no ecrã deste Galaxy Z Flip. É grave.

Entretanto, a Samsung, quando confrontada com este assunto, respondeu ao The Verge, e, apesar de Nelson ter o seu q.b. de razão, o que acontece é que, por cima do vidro ultrafino, está uma camada extra de proteção que é tão durável quanto um simples protetor de plástico.

Na prática, isto quer dizer que os nossos dedos não estão mesmo a interagir com vidro, mas sim com essa tal camada adicional. Infelizmente, é uma evidência que demonstra que, de facto, o ecrã é muito pouco resistente.

O mesmo site questionou ainda a Samsung se este Z Flip teria o mesmo programa de substituição do ecrã, à semelhança do que aconteceu com o Galaxy Fold. E a verdade é que, embora não tenhamos detalhes sobre a existência de tal iniciativa em Portugal, sabe-se que, nos Estados Unidos, os donos do dobrável poderão ter uma substituição do ecrã por 119 doláres, podendo ainda contar com um bom protetor de ecrã.

Em todo o caso, não deixa de ser algo frustrante um equipamento custar 1529,90€ e ser tão pouco resistente. Aliás, a própria Samsung não parece confiar muito no ecrã deste equipamento, uma vez que, quando se liga o equipamento pela primeira vez, a marca dá quase um “manual” de boas práticas para utilização deste dobrável.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Este carrinho de bebés pode ser controlado através do smartphone

A nova app da Cybex tem como objetivo facilitar ainda mais a vida aos pais.

O apoio ao cliente da Samsung passou a estar adaptado a surdos

Os consumidores com deficiência auditiva contam a partir de agora com um serviço inovador de apoio ao cliente em língua gestual portuguesa.

Alugar os novos dobráveis da Samsung? Sim, já é possível

E atenção à iniciativa Buy & Try, que vos ajudará a decidir se querem ficar ou não com os novos dobráveis.

Samsung quer incorporar material reciclado em todos os novos produtos mobile até 2025

A iniciativa Galaxy For The Planet reflete o compromisso da Samsung em agir de forma mais sustentável nos ciclos de vida dos seus produtos mobile e nas suas operações comerciais.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Yakuza Cascais – Aqui o sushi é mesmo diferente

Esqueçam os all you can eat desta vida e apostem em experiências inesquecíveis.

Roaming 5G da NOS funciona em 45 países

Em Portugal, a rede 5G da NOS está a chegar progressivamente a todo o país.

A Microsoft adquiriu a Activision-Blizzard e o catálogo da Xbox vai ficar maior

Em breve, Call of Duty, Overwatch, Diablo e World of Warcraft serão jogos produzidos sob a alçada da Xbox Game Studios.