Rufus Wainwright no festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley

Quem anda atento aos festivais internacionais, consegue mais ou menos ter uma noção dos artistas que podem passar por Portugal. Rufus Wainwright era um dos que tinha a possibilidade de passar por cá, principalmente devido aos concertos que vai dar no verão. E agora confirma-se: o músico norte-americano vem ao nosso país no dia 7 de julho para um concerto integrado na programação do festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley.

- Publicidade -

Falar de Rufus Wainwright é referir um dos compositores e intérpretes mais aclamados das últimas décadas. Filho de outros dois músicos, Rufus desde cedo começou a sua aventura na música. Aos seis anos começou a tocar piano e, com 13, já atuava com a sua mãe, a sua tia Anna e a sua irmã Martha no grupo McGarrigle Sisters and Family.

Influenciado por nomes como Edith Piaf, Al Jolson e Judy Garland, e, anos depois, já com o pop e o rock nas veias, editou em 1998 o primeiro e homónimo álbum, considerado por vários críticos como um dos melhores desse ano.

A partir daí, Rufus Wainwright foi construindo a carreira que muitos conhecem, com discos como Poses (2001) Want One (2003) Want Two (2004) Release the Stars (2007) All Days Are Nights: Songs for Lulu (2010) e Out of the Game (2012).

Já para abril deste ano está previsto Unfollow the Rules, novo álbum de estúdio que marca o regresso de Rufus aos originais, algo que não acontecia desde 2012. “Troube in Paraside” é o primeiro single de avanço, pelo que podem ouvir (e ver) aqui em baixo.

Quanto aos bilhetes, estão já à venda na Blueticket e locais habituais, variando entre os 25 e os 50€.

Até agora, o festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley confirmou as atuações de Cat Stevens, Lighthouse Family e da dupla nacional Camané e Mário Laginha.

Este festival terá dois palcos, com o principal a contar com atuações de artistas de renome internacional e nacional, e o secundário dedicado a nomes emergentes e concertos mais intimistas. No caso deste segundo palco, a curadoria fica a cargo de Pierre Aderne, músico brasileiro a residir em Lisboa.

Mas antes da música, a organização propõe uma “experiência gastronómica única e exclusiva”. Assim, em cada uma das sete noites do festival, será servido o Jantar do Marquês, um menu de degustação criado com a arte e o engenho do chef Vítor Sobral.

Recorde-se que este Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley, evento que junta música e gastronomia em sete noites de verão, irá decorrer nos Jardins do Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Música – Álbuns essenciais (janeiro 2022)

A primeira seleção de 2022 está aí e já temos um forte candidato a álbum do ano!

Nouvelle Vague no festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley

Um cartaz que começa a ficar muito bem composto.

Festival Afro Nation anuncia novos nomes, entre os quais Chris Brown

A pré-venda dos bilhetes começa dia 27 de janeiro.

Ouve aqui o tema principal de The Batman

Michael Giacchino revela ao mundo a sua versão do tema do Batman.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Novos episódios de House of the Dragon deverão ser gravados em Portugal

Ou seja, as filmagens de uma segunda temporada devem, muito provavelmente, acontecer novamente em Monsanto.

Nova tour dos Commedia a La Carte começa nos Açores e termina em Guimarães

O novo espetáculo Do Nada terá mais de 50 apresentações este ano.