Rufus Wainwright no festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley

Quem anda atento aos festivais internacionais, consegue mais ou menos ter uma noção dos artistas que podem passar por Portugal. Rufus Wainwright era um dos que tinha a possibilidade de passar por cá, principalmente devido aos concertos que vai dar no verão. E agora confirma-se: o músico norte-americano vem ao nosso país no dia 7 de julho para um concerto integrado na programação do festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley.

- Publicidade -

Falar de Rufus Wainwright é referir um dos compositores e intérpretes mais aclamados das últimas décadas. Filho de outros dois músicos, Rufus desde cedo começou a sua aventura na música. Aos seis anos começou a tocar piano e, com 13, já atuava com a sua mãe, a sua tia Anna e a sua irmã Martha no grupo McGarrigle Sisters and Family.

Influenciado por nomes como Edith Piaf, Al Jolson e Judy Garland, e, anos depois, já com o pop e o rock nas veias, editou em 1998 o primeiro e homónimo álbum, considerado por vários críticos como um dos melhores desse ano.

A partir daí, Rufus Wainwright foi construindo a carreira que muitos conhecem, com discos como Poses (2001) Want One (2003) Want Two (2004) Release the Stars (2007) All Days Are Nights: Songs for Lulu (2010) e Out of the Game (2012).

Já para abril deste ano está previsto Unfollow the Rules, novo álbum de estúdio que marca o regresso de Rufus aos originais, algo que não acontecia desde 2012. “Troube in Paraside” é o primeiro single de avanço, pelo que podem ouvir (e ver) aqui em baixo.

Quanto aos bilhetes, estão já à venda na Blueticket e locais habituais, variando entre os 25 e os 50€.

Até agora, o festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley confirmou as atuações de Cat Stevens, Lighthouse Family e da dupla nacional Camané e Mário Laginha.

Este festival terá dois palcos, com o principal a contar com atuações de artistas de renome internacional e nacional, e o secundário dedicado a nomes emergentes e concertos mais intimistas. No caso deste segundo palco, a curadoria fica a cargo de Pierre Aderne, músico brasileiro a residir em Lisboa.

Mas antes da música, a organização propõe uma “experiência gastronómica única e exclusiva”. Assim, em cada uma das sete noites do festival, será servido o Jantar do Marquês, um menu de degustação criado com a arte e o engenho do chef Vítor Sobral.

Recorde-se que este Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley, evento que junta música e gastronomia em sete noites de verão, irá decorrer nos Jardins do Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,430FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Concerto dos Cut Copy em Portugal está agora agendado para outubro de 2021

Naturalmente, os bilhetes já adquiridos mantêm-se válidos para a nova data.

Sonic Blast já tem datas para 2021

A 10ª edição do festival irá, também, realizar-se num novo recinto.

Música: Álbuns essenciais (outubro)

Há poucos paralelismos com o mês de setembro, na medida em que tudo estava controlado até meio do mês.

Ghostemane regressa a Portugal em novembro de 2021

Ainda este ano, antes da pandemia, Ghostemane deu espetáculos em Portugal.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes