RTP e músicos juntam-se em espetáculo solidário para ajudar Moçambique

A catástrofe humanitária em curso no centro de Moçambique, provocada pela passagem do ciclone Idai, levou a cantora de origem moçambicana, Selma Uamusse, a mobilizar, em 24 horas, dezenas de artistas e recursos humanos, técnicos e logísticos, para a realização de um espetáculo que terá lugar no Capitólio, no dia 2 de abril, a partir das 21h, a que a RTP se associa numa emissão especial que irá decorrer entre as 10h e as 00h.

- Publicidade -

O objetivo é angariar o máximo possível de receitas, a distribuir equitativamente entre sete das associações que se encontram no terreno a prestar assistência às centenas de milhares de vítimas, através de bilhetes (Espetáculo e Bilhetes-Donativo) que estarão à venda a partir da próxima segunda-feira.



Haverá ainda uma linha de valor acrescentado criada em especial para o efeito e um call center para que pessoas fora de Portugal, ou que queiram contribuir com um valor superior, possam dar o seu contributo.

As sete associações beneficiárias serão a AMI – Fundação de Assistência Médica Internacional; Cáritas Portuguesa; Cruz Vermelha Portuguesa; Médicos Sem Fronteiras; Associação HELPO; a Fundação Girl Move e a ACRAS – associação cristã de reinserção e apoio social.

Mais informações estarão disponíveis na segunda-feira, dia 25 de março.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Aulas do ensino secundário também vão chegar à televisão

Já a partir desta segunda-feira, dia 8 de fevereiro.

RTP vai terminar com os concursos de chamadas de valor acrescentado

A utilização desses números pagos passam a acontecer somente em programas em que a participação do público é fundamental.

Crónica dos Bons Malandros. Série estreia na RTP a 2 de dezembro

Depois do livro e do filme, uma série de oito episódios. Marco Delgado, Maria João Bastos, Rui Unas, Joana Pais...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Afinal, os pagamentos à EMEL estarão suspensos enquanto existir confinamento

Quer isto dizer que a suspensão atualmente em vigor não terminará, como previsto, no final de fevereiro.