Rosé Santos da Casa chega para refrescar o verão

- Publicidade - trk
- Publicidade -

A produtora de vinhos Santos & Seixo tem uma proposta para refrescar o verão dos apreciadores de vinho português. É o Rosé Santos da Casa, uma novidade para a marca, sendo também o seu primeiro vinho rosé.

Este rosé do Douro provém de uma colheita do ano passado (2016) e é constituído por uvas da casta Touriga Nacional.

Para servir à temperatura ideal de 10oC, o Santos da Casa Rosé surge como uma proposta ideal para os dias mais quentes, com leveza e frescura.

Rosé Santos da Casa

O lançamento deste novo rosé insere-se na estratégia da empresa Santos & Seixo, que pretende variar e diversificar o seu catalogo, enquanto ajusta os seus produtos às necessidades e procura dos consumidores.

Por isso já sabem, seja numa churrascada, festa ou numa esplanada, têm aqui uma opção deliciosa para se livrarem do calor do verão.

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Reserva Branco 2020 é a mais recente aposta da Restrito

Pretende dar continuidade à missão da Restrito em criar vinhos e produtos gourmet de características excecionais.

O novo vinho do Continente tem apenas 7,5% de álcool

É o chamado vinho low-alcohol.

Gloria 1906. Este vinho celebra o título de campeão nacional do Sporting Clube de Portugal

Mas atenção: esta é uma edição especial e limitada a apenas 1906.
- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Santa Catarina Sushi Bar. O novo restaurante do Chiado tem tudo para conquistar

Além de sushi, há ainda tacos e ceviche, num restaurante super agradável e que vai ao encontro daquilo que os clientes procuram.

Já podem ter uma party night no Mex Factory

O que significa já podem jantar naquele espaço inserido no icónico LX Factory.

Faro e Oeiras avançam com primeiros contratos PRR para 163 casas

Em Faro, o investimento estimado é de 8,2 milhões de euros, ao passo que, em Oeiras, o investimento é de 19,4 milhões de euros.