fbpx

ROCKCard. Rock in Rio Lisboa lança bilhetes de festival integrados com viagens de comboio ou autocarro

E porque há muita gente que não vive em Lisboa e que, como tal, precisa de deslocar-se para ir até ao recinto do Parque da Bela Vista, o pessoal do Rock in Rio Lisboa lança agora os ROCKCard, que não são mais bilhetes de festival integrados com viagens de comboio ou autocarro ou com vantagens para quem vai de carro.

Vamos por partes. A pensar naqueles que vêm do Norte e Centro, o ROCKCard CP é uma boa opção. Por 79€ (ROCKCard CP – Zona Centro) ou 89€ (ROCKCard CP – Zona Porto), inclui entrada em um dos dias do Rock in Rio Lisboa, a viagem ida e volta de Comboio Intercidades (2.ª classe) e a viagem ida e volta no Metro de Lisboa (Oriente – Bela Vista). Haverá, ainda, um comboio especial com partida após o encerramento do recinto, da Estação do Oriente às 02h30 com destino ao Porto – Campanhã, passando por Santarém, Entroncamento, Pombal, Coimbra – B, Aveiro, Espinho e Gaia.

Os interessados devem adquirir o ROCKCard CP até dia 10 de junho, devendo a viagem CP ser marcada a partir dos 60 dias anteriores ao evento, numa bilheteira CP. No caso dos Comboios Urbanos do Porto, também vai ser possível usufruir de uma viagem ida e volta por apenas 2€, complementando desta forma o ROCKCard CP – Zona Porto.

Já para quem não dispensa as viagens de autocarro, a opção será optar pelo ROCKPass Rede Expressos. Custa 89€ e, obviamente, dá entrada em um dos dias do Rock in Rio Lisboa, bem como a uma viagem de autocarro de ida e volta e, ainda, a uma viagem ida e volta de Metro de Lisboa (partindo do Oriente ou de Sete Rios).

O ROCKPass Rede Expressos vai estar à venda até ao dia 15 de junho, devendo a viagem Rede Expressos ser marcada a partir dos 30 dias anteriores ao evento.

Por último, e para aquelas situações em que usar transportes públicos não é a opção mais fácil, há o ROCKPass Via Verde. Neste caso, custa 69€, dá direito a entrar na Cidade do Rock e, também, ao estacionamento Via Verde (limitado aos lugares existentes), 25% de desconto nas portagens (até ao máximo de 15€) e, ainda, um vale de oferta de 8€ em combustível nos postos de abastecimento da Galp. Este bilhete combinado está à venda aqui.

Quanto ao cartaz do Rock in Rio Lisboa, estão confirmados os concertos de Foo Fighters, The National, Black Eyed Peas, Camila Cabello, Post Malone, Liam Gallagher, Ivete Sangalo, Anitta, David Carreira, HMB, Duran Duran, a-ha, Xutos & Pontapés e Bush.

Relativamente ao Galp Music Valley, cuja programação ficámos a conhecer esta semana, conta com os nomes de Incubus, Delfins, Ney Matogrosso, Iza, Bárbara Tinoco, Cafúne, Rolézinho, I Love Baile Funk, Roda de Somba, The Black Mamba, Ego Kill Talent, El Columpio Asesino, Doctor Pheabes, Xinobi, banda do filme Variações, Mundo Segundo & Sam The Kid, Projota, Plutonio, Guilia Be e Grognation.

No que toca aos bilhetes dito normais, estão à venda no site oficial. Existe o passe diário (69€) e o passe de fim-de-semana, válido ou para 20 e 21 de junho ou para 27 e 28 de junho, com cada um a custar 112€.

Há ainda o bilhete passaporte família, que vale entrada para dois adultos e duas crianças.

Recorde-se que o Rock in Rio Lisboa regressa ao Parque da Bela Vista em 2020, para a sua 9.ª edição, nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festival Gastronomia de Bordo acontece em Peniche já em outubro

Este ano, o festival Gastronomia de Bordo em Peniche adaptou-se às novas circunstâncias e fica circunscrito à experimentação dos pratos em apenas alguns restaurantes.

Clã, David Fonseca e Lena D’Água vão atuar no FNAC Live Box Edition

A entrada, como é habitual neste festival da FNAC, é gratuita.
- Publicidade -

Mais Recentes

Celebra o aniversário do Batman com o LEGO do seu Batwing

O novo set de coleção é inspirado no icónico veiculo do filme de 1989.

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.