Restaurantes McDonald’s passam a funcionar apenas com os serviços McDrive e McDelivery

Por outras palavras, ou vão buscar à zona do McDrive, nos restaurantes onde existe esta opção, ou encomendam via Uber Eats ou Glovo. Esta é a mais recente decisão da McDonald’s Portugal, no sentido de proteger colaboradores e clientes.

- Publicidade -

Apesar de, a cada dia, a empresa ter reforçado procedimentos de higiene e segurança alimentar, já habitualmente instituídos, e introduzido novas medidas de proteção, com especial enfoque nas salas dos restaurantes, chegou o momento de ajustar operações.

McDonald’s

“Tendo em conta o contexto atual que vivemos, chegou agora o momento de ajustar a nossa forma de operar mantendo em funcionamento apenas os serviços de McDrive e McDelivery, no sentido de apoiar as nossas comunidades e os clientes que precisam de nós pelas mais diversas razões: servir as pessoas que se encontram a trabalhar e servir as inúmeras famílias portuguesas que se encontram nas suas casas”, diz um comunicado da empresa enviado aos órgãos de comunicação social.

“Nos restaurantes onde iremos continuar a operar com os serviços McDrive e McDelivery contamos com equipas muito reduzidas, de forma a minimizar contactos pessoais, reforçámos os rigorosos processos de higiene e segurança, e introduzimos novos procedimentos de entrega das encomendas aos Clientes, no McDrive, e aos motoristas da Glovo e Uber Eats, que prestam o serviço McDelivery”, pode ler-se na mesma nota.

No texto enviado, não é referido se a medida se aplica a todos os restaurantes McDonald’s existentes em Portugal ou se existem exceções.

No que toca à concorrência, sabe-se que a Restaurant Brands Ibéria (RB Iberia), detentora dos direitos de exploração como masterfranchise para Portugal da marca Burger King, já encerrou os seus restaurantes próprios localizados em Matosinhos, Verdemilho (Aveiro) e Fátima como medida de prevenção de propagação da COVID-19.

No entanto, a Ibersol, grupo nortenho liderado por Alberto Teixeira e António Pinto de Sousa, comprado à Sonae há mais de duas décadas, e que em Portugal explora centenas de lojas da KFC, Pizza Hut e Burger King, entre outras marcas próprias e franquiadas, recusa-se a fechar restaurantes até ordem em contrário.

Já fora da restauração, muitos são os grupos/lojas que têm encerrado. Destacamos a FNAC, que encerrou todas as suas lojas em território nacional, à exceção daquelas localizadas no Centro Colombo, Almada Fórum, CascaisShopping, NorteShopping, GaiaShopping, Fórum Coimbra e Fórum Algarve.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,397FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Restaurantes vão poder funcionar para takeaway nos próximos fins-de-semana e feriados após as 13h nos concelhos de maior risco

Isto no que diz respeito aos concelhos de risco “muito elevado” e “extremamente elevado” de contágio pelo novo coronavírus.

Câmara de Matosinhos ajuda restaurantes do concelho a entregar refeições ao domicílio

E isto com a ajuda da MATOCOOPER - Cooperativa de Táxis do Concelho de Matosinhos.

Too Good To Go. Há cada vez mais utilizadores descontentes com as Magic Box de refeições

Muitos relatos dão a entender que os restaurantes estão a aproveitar-se da aplicação.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Razer Kishi (iPhone)

O Razer Kishi para iPhone é como um cheat code que vem trazer vantagem competitiva, principalmente nos jogos de tiros na primeira pessoa. É impossível não gostar.

Análise – Chronos: Before the Ashes

Da realidade virtual para as consolas – assim é a prequela de Remnant: From the Ashes.