Tutti a Tavola – Todos à mesa!

- Publicidade -

“Tutti a Tavola” significa todos à mesa e funciona como uma espécie de chamamento, para reunir todas as pessoas à mesa para degustar uma ótima refeição.

Situado no Jardim Mário Soares, também conhecido como Jardim do Campo Grande, o Tutti a Tavola, aberto desde fevereiro deste ano, é um restaurante italiano que promete trazer todos os tradicionais sabores da muito famosa cozinha italiana a todos os clientes que se reunam à mesa para o provar.

Nascido do conceito de Luís Araújo e Pedro Araújo, e direção do chef mexicano, Carlos Rendón, decidiram apostar num conceito de ter um restaurante em pleno coração de Lisboa, em que o verde e o barulho dos pássaros são a principal temática. Talvez tenha sido por isso que optaram por envidraçar o restaurante, quase como se fosse uma fusão entre a paisagem verde e o espaço agradável e relaxante que o Tutti a Tavola proporciona.

Para além disto, há possibilidade (quando está bom tempo claro) de ficar na esplanada e apreciar ainda mais de perto toda a natureza que o parque tem para oferecer. Acaba por ser muito prático para quem tem crianças, sendo um restaurante facilmente indicado para famílias, mas também para casais ou até um grupo de amigos. Além disso, o Tutti a Tavola tem sido muito frequentado por turistas, graças à recomendação deste restaurante em vários hotéis da cidade (parabéns à gerente pela visão).

Relativamente à decoração, o Tutti a Tavola tem umas grandes janelas que proporcionam muita iluminação natural, além de um jogo de luzes com os candeeiros que tornam a atmosfera mais romântica e bucólica com a paisagem em redor.

Já na mesa, reparamos na loiças da Vista Alegre, simples mas muito elegantes. Isto vale também para falar do resto da decoração do restaurante em si. Outro ponto positivo vai para o staff, pelo que temos de destacar a simpatia e prontidão com que fomos servidos. Sempre com um sorriso na cara e um ar afável, podem também ajudar na altura de escolher um dos pratos do menu.

E para começar em beleza, dois cocktails de assinatura, o Napoli e o Messina. Começando pelo primeiro, faz-se com vodka Eristoff, sumo de limão, puré de morango e espuma de manjericão. Fresco, bom sabor na boca e um leve gosto doce. Acompanhou a refeição e foi difícil resistir para não o despachar em poucos goles. Já o Messina é para alguns mais corajosos, ou melhor, para quem tolera bem propostas mais spicy. Este cocktail leva Tequilla Patron Silver, Martini Fierro, sumo de limão, puré de maracujá e xarope de malagueta. Para quem não aprecia picante, não é, de todo, uma boa proposta. Mas para quem tolera, ou gosta, é uma excelente opção, até porque conseguem sentir todos os ingredientes da bebida. Mais que aprovado!

Logo de seguida, e com uma prontidão impressionante, vieram três entradas. Uma delas foi o Carpaccio di Lonza, com novilho curado, rúcula, tapenade, pinhões e queijo pecorino (excelente toque). De facto, nota-se logo na boca que se trata de novilho curado, apresentando um sabor bem mais intenso em relação a outros carpaccios que já fomos provando por aí, e não se desfazendo na boca com tanta facilidade. Mas não nos queixamos, até porque nada ficou no prato. Comeu-se também uma Bruschetta al Pomodoro confitado (tomate confitado, rúcula e ricotta), que não surpreendeu, uma vez que o pão não estava minimamente torrado, e um Arancini di Salmone Fumato (pequenos bolinhos panados de risotto com salmão fumado, com maionese de pimentos típicos da região de Milão), que, embora gostoso, sabia demasiado a arroz, não deixando evidenciar todo o potencial do salmão fumado.

E se vamos a um restaurante italiano, temos pelo menos de pedir um prato de massa, além da obrigatória pizza (já lá vamos). Quanto à massa, a nossa escolha recaiu na Cappeline, que consiste em massa fina ao burro (massa parecida com a massa da aletria) com finos bifes de frango grelhado e molho de alcaparras. Um prato normal e sem uma apresentação espampanante? Parecia, mas a verdade é que o twist do molho e o tempero fizeram toda a diferença, além de que a carne, caros leitores, estava maravilhosa, tenrinha e com um sabor magnífico. Aproveitámos para pedir outro prato com carne, neste caso Ossobuchi, que vinha acompanhado com molho demi-glace, polenta gratinada (alimento típico da culinária tradicional italiano, gluten free) e espargos. Pessoalmente, preferimos que a carne (que tem qualidade, já agora) viesse desfeita, senão torna-se um prato algo maçudo, e infelizmente não ficámos fãs do molho, que torna esta opção demasiado “pesada”.

Finalmente quanto à pizza, optámos por uma Gamberino, mas com uma diferença: pedimos sem camarão, uma vez que não somos fãs de marisco. De resto, tudo igual: base bechamel, mozzarella, pesto e cogumelo portobelo provolone fumado. É a pizza ideal para pedirem no Tutti a Tavola caso não apreciam pizzas com molho de tomate na base.

Finalizar com sobremesas num restaurante italiano é sempre uma altura difícil e penosa para nós, já que temos um sweet tooth e adoramos tudo o que seja doce, e a oferta é, por norma, sempre vasta e muito docinha. Claro que o Tutti a Tavola não é exceção e, após algumas indecisões, optámos pelos clássicos e um dos nossos favoritos, o Tiramisú (com queijo mascarpone e licor de amaretto) e o Tartufo (com chocolate meio amargo com mousse de avelã e caramelo salgado). O Tiramisu estava impecável, com a textura perfeita e o sabor característico desta sobremesa. Já o Tartufo parece um Ferrero Rocher gigante, mas em termos de sabor nada a ver, e ainda bem. Ainda assim, uma sobremesa que acaba por causar mais impacto pela forma como foi elaborada.

No final de tudo, veredito positivo e mal podemos esperar para voltar a este restaurante e experimentar outras das várias opções da carta. O Tutti a Tavola, com capacidade para 100 pessoas (40 no interior e 60 na esplanada) funciona de segunda a sexta-feira entre as 12h30 e as 23h; aos sábados entre as 12h30 e as 24h; e aos domingos das 12h30 às 17h. Para reservas ou pedidos de takeaway, basta ligar para o 927390293.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes