Rage Against the Machine voltam ao ativo em 2020

Tudo começou quando uma conta de Instagram, com o nome Rage Against The Machine (RATM), publicou uma imagem durante os protestos no Chile, juntamente com cinco datas e locais nos Estados Unidos da América. Na altura, o perfil não era verificado, mas os fãs ficaram desconfiados quando Juliette Lewis, namorada do baterista Brad Wilk, deixou um gosto nessa foto. E bastou isso, um simples like para que surgissem logo rumores de uma reunião dos RATM.

- Publicidade -

Pouco tempo depois, Wayne Kamemoto, agente que trabalhou durante anos com os Rage Against the Machine, confirmou que, de facto, a conta era verdadeira (mesmo sem estar verificada com o visto azul) e que a banda iria, de facto, reunir-se para, pelo menos, cinco concertos.

Entretanto a conta foi verificada, pelo que é mesmo oficial: a banda está de volta após quase nove anos de hiato.

https://www.instagram.com/p/B4Tw4qFlA3D/

Para já, como referimos, estão programados cinco espetáculos, sendo que três deles realizam-se em locais próximos da fronteira entre o Texas e o México.

Os últimos dois concertos desta reunião irão realizar-se no festival Coachella, nos dias 10 e 17 de abril.

Os Rage Against the Machine são um projeto conhecido pelo teor políticos das suas músicas, mas que nunca ficou em funcionamento durante anos a fios. Formados em 1991, a banda norte-americana cessou atividade em 2000. Sete anos depois regressaram para uma nova digressão, onde se inclui uma passagem pelo então Optimus Alive em 2008, mas voltaram a separar-se logo em 2011.

Enquanto a banda esteve separada, os seus músicos seguiram outros projetos. Por exemplo, Tom Morello, Brad Wilk e Tim Commerford (ou seja, todos os membros do RATM à exceção do vocalista Zack de la Rocha) formaram a banda Prophets of Rage com Chuck D e DJ Lord, dos Public Enemy, e B- Real, do Cypress Hill, projeto que, agora, entra em pausa, mas que passou este ano pelo festival EDP Vilar de Mouros.

Já Zack de la Rocha investiu numa carreira a solo e formou igualmente uma banda, One Day as a Lion, ao lado de Jon Theodore.

Resta saber se este regresso será apenas para os cinco concertos programados, ou se, por outro lado, pode levar a uma digressão mundial. Se for o caso, esperemos que passem por Portugal.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,784FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Homecoming: A Film by Beyoncé já estreou na Netflix

Por acaso já tínhamos falado aqui no Echo Boomer sobre o facto da Netflix ir receber um documentário concerto...

YouTube vai transmitir os dois fins de semana do festival Coachella

É mesmo verdade. Pelo nono ano consecutivo, o YouTube será o palco da transmissão exclusiva do festival Coachella, a...

Bilhetes para o Coachella já esgotaram, mas YouTube vai transmitir os dos fins-de-semana

Foi na semana passada que demos a conhecer o cartaz completo do famoso Coachella, festival que se realiza este...

BLACKPINK são a primeira banda de K-pop a atuar no Coachella

Foi na manhã de ontem, 3 de janeiro, que anunciámos o cartaz completo do festival Coachella, um dos festivais...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Série animada Invincible, de Robert Kirkman, ganha novo teaser

A 1ª temporada do novo projeto do criador de The Walking Dead estreia já em março na Amazon Prime Video.

Vão ao supermercado? Passam a ter de mostrar o talão de pagamento às Forças de Segurança

O novo despacho do Governo estabelece também que quem violar as regras do confinamento tem de pagar a multa na hora.