fbpx

Rage Against the Machine voltam ao ativo em 2020

Tudo começou quando uma conta de Instagram, com o nome Rage Against The Machine (RATM), publicou uma imagem durante os protestos no Chile, juntamente com cinco datas e locais nos Estados Unidos da América. Na altura, o perfil não era verificado, mas os fãs ficaram desconfiados quando Juliette Lewis, namorada do baterista Brad Wilk, deixou um gosto nessa foto. E bastou isso, um simples like para que surgissem logo rumores de uma reunião dos RATM.

Pouco tempo depois, Wayne Kamemoto, agente que trabalhou durante anos com os Rage Against the Machine, confirmou que, de facto, a conta era verdadeira (mesmo sem estar verificada com o visto azul) e que a banda iria, de facto, reunir-se para, pelo menos, cinco concertos.

Entretanto a conta foi verificada, pelo que é mesmo oficial: a banda está de volta após quase nove anos de hiato.

https://www.instagram.com/p/B4Tw4qFlA3D/

Para já, como referimos, estão programados cinco espetáculos, sendo que três deles realizam-se em locais próximos da fronteira entre o Texas e o México.

Os últimos dois concertos desta reunião irão realizar-se no festival Coachella, nos dias 10 e 17 de abril.

Os Rage Against the Machine são um projeto conhecido pelo teor políticos das suas músicas, mas que nunca ficou em funcionamento durante anos a fios. Formados em 1991, a banda norte-americana cessou atividade em 2000. Sete anos depois regressaram para uma nova digressão, onde se inclui uma passagem pelo então Optimus Alive em 2008, mas voltaram a separar-se logo em 2011.

Enquanto a banda esteve separada, os seus músicos seguiram outros projetos. Por exemplo, Tom Morello, Brad Wilk e Tim Commerford (ou seja, todos os membros do RATM à exceção do vocalista Zack de la Rocha) formaram a banda Prophets of Rage com Chuck D e DJ Lord, dos Public Enemy, e B- Real, do Cypress Hill, projeto que, agora, entra em pausa, mas que passou este ano pelo festival EDP Vilar de Mouros.

Já Zack de la Rocha investiu numa carreira a solo e formou igualmente uma banda, One Day as a Lion, ao lado de Jon Theodore.

Resta saber se este regresso será apenas para os cinco concertos programados, ou se, por outro lado, pode levar a uma digressão mundial. Se for o caso, esperemos que passem por Portugal.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Homecoming: A Film by Beyoncé já estreou na Netflix

Por acaso já tínhamos falado aqui no Echo Boomer sobre o facto da Netflix ir receber um documentário concerto...

YouTube vai transmitir os dois fins de semana do festival Coachella

É mesmo verdade. Pelo nono ano consecutivo, o YouTube será o palco da transmissão exclusiva do festival Coachella, a...

Bilhetes para o Coachella já esgotaram, mas YouTube vai transmitir os dos fins-de-semana

Foi na semana passada que demos a conhecer o cartaz completo do famoso Coachella, festival que se realiza este...

BLACKPINK são a primeira banda de K-pop a atuar no Coachella

Foi na manhã de ontem, 3 de janeiro, que anunciámos o cartaz completo do festival Coachella, um dos festivais...
- Publicidade -

Mais Recentes

Celebra o aniversário do Batman com o LEGO do seu Batwing

O novo set de coleção é inspirado no icónico veiculo do filme de 1989.

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.