QUI. Esta é a primeira carteira digital não bancária portuguesa

Pensem nesta solução como um Revolut à portuguesa, ou seja, uma entidade financeira não-bancária. A QUI é a primeira carteira digital não bancária portuguesa, acabando de chegar ao mercado pela mão da PAGAQUI, empresa portuguesa do setor de pagamentos.

- Publicidade -

Ao ser digital, ou seja, 100% mobile, assume-se como uma alternativa aos bancos tradicionais. Assim, a diz aquela empresa portuguesa que a QUI “permite a abertura de conta de forma rápida e simples e com custo muito competitivo, sem taxas de transferências e de manutenção de conta”.

Como tudo se processa através do smartphone, existe, naturalmente, uma app que permite enviar e receber dinheiro dos nossos contactos, realizar transferências através do número de telefone, proceder a pagamentos de diversos serviços, fazer compras online e ainda levantar dinheiro em qualquer ATM.

Esta carteira digital, já disponível para Android e iOS, tem, porém, um custo obrigatório de 10€ por ano, custo esse referente à existência de um cartão Visa personalizado. Embora a QUI ofereça o custo do cartão no primeiro ano de utilização, com todas as despesas incluídas, e apesar de referir que não existe qualquer período obrigatório de fidelização, a verdade é que existe sempre este custo de 10€ anuais associado à nossa carteira, pelo que ainda teremos de perceber qual a verdadeira vantagem de um sistema destes em relação a um Revolut ou outra fintech.

Em todo o caso, a QUI tem ainda disponível serviços que a PAGAQUI já oferece, como carregar títulos de transporte da Rede Expressos ou pagar serviços de streaming tipo Netflix, entre outros exemplos. E sim, a QUI permite o pagamento de serviços nos 3200 pontos da rede PAGAQUI espalhados por Portugal.

Sabe-se ainda que, em relação aos cartões, serão ainda disponibilizados cartões físicos não personalizados nos pontos de venda PAGAQUI. O objetivo, diz a empresa, é chegar aos 300 mil utilizadores em apenas três anos.

Numa última nota, lembram-se quando referimos que era possível comprar bitcoins nos pontos PAGAQUI? Parece que, no próximo ano, a empresa irá lançar uma plataforma para comerciantes que queiram aceitar estas moedas eletrónicas. Está ainda previsto a empresa lançar uma oferta de crédito pessoal algures em 2020.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,489FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Novo serviço da PAGAQUI permite realizar pagamentos por SMS e email

A PAGAQUI acaba de lançar um novo serviço que permite aos cidadãos realizarem os seus pagamentos através de mensagem de telemóvel ou email.

PAGAQUI passa a vender vouchers Bitnovo que se podem depois trocar por criptomoedas

O objetivo? Facilitar o acesso à compra de bitcoins e outras criptomoedas existentes no mercado. Assim, a parceria celebrada...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Worms Rumble

As minhocas mais famosas dos videojogos estão de volta num jogo diferente, mas surpreendentemente divertido.

Centro Cultural de Belém ganhou uma Padaria da Esquina

É o quarto espaço do chef Vítor Sobral dedicado a pães de fermentação lenta e bolos tradicionais.

Estado de Emergência. Eis as medidas para o Natal e passagem de ano

Basicamente, um prolongamento das medidas já em vigor.