Pure Piraña. Nova marca de água gaseificada chega a Portugal este mês

Vem aí concorrência para a portuguesa Phunk.

Pure Piraña
- Publicidade -

Foi no passado mês de fevereiro que falámos aqui no Echo Boomer sobre a Phunk, a primeira marca de hard seltzers portuguesa. Hard seltzers são, no fundo, bebidas de água gaseificada com álcool e aromas.

Pois bem, vendo o sucesso desta nova marca, e após um lançamento bem sucedido pelo Grupo Heineken no México e na Nova Zelândia, vai chegar a Portugal, ainda este mês, a marca de hard seltzers Pure Piraña.

Sendo lançada por cá pela Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, a Pure Piraña surge como resposta à procura crescente por esta tendência.

Apresenta-se como uma mistura refrescante de água gaseificada com aromas naturais de fruta e com 4,5% álcool, tendo ainda baixos níveis de hidratos de carbono, açúcar e calorias (92Kcal e 2grs/açúcar por lata).

Em Portugal, os consumidores podem desfrutar desta refrescante hard seltzer em dois sabores: limão e frutos vermelho.

As bebidas Pure Piraña estarão disponíveis, inicialmente, em algumas lojas da grande distribuição – resultado das limitações do contexto atual –, ambicionando chegar a todo os canais do mercado ainda antes do Verão.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Phunk. A nova bebida de água com álcool e aromas é portuguesa

A Phunk é a primeira marca de hard seltzers portuguesa.

Novo Nesquik GO Vegetal leva aveia e cacau e é feito com ingredientes 100% naturais

Uma alternativa perfeita para os mais pequenos lá de casa.

O primeiro gin tinto do mundo é português

E assim se mostra, mais uma vez, o engenho na arte de se fazer bebidas em Portugal.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vodafone disponibiliza 5G a título experimental a todos os clientes

A todos os clientes e em todos os tarifários, importa salientar.

Cinco empresas já têm licença para explorar o 5G em Portugal

Só falta a MEO, que ainda não fez o pagamento.

Passageiros de voos internacionais terão de apresentar um teste negativo no momento do embarque (além do certificado digital) para Portugal

Se este teste não for apresentado, o passageiro pode não embarcar e as companhias áreas ficam sujeitas a coimas.