Portugueses não conseguem compreender e interpretar as faturas da luz e do gás

É o que diz um estudo da Payper.

faturas luz gás
- Publicidade -

Mais de 92% dos utilizadores não consegue identificar a ordem de grandeza do valor cobrado por cada kWh consumido, nem quantos kWh consome em média por mês, sem que a maioria dos consumidores indicasse o montante médio associado ao consumo. Esta é a grande conclusão de um estudo levado a cabo pela Payper, app gestora de tarifários e ferramenta para a gestão das contas mensais.

O estudo produzido pela app, que analisa detalhadamente mais de 450.000 faturas, constata que os portugueses não conseguem compreender e interpretar as faturas da luz e do gás, processo esse extremamente complexo, impedindo a maioria dos consumidores de comparar comercializadores e respetivas tarifas.

Se, do ponto de vista legal, as faturas de eletricidade e gás são cobradas com base num valor fixo – dependendo da potência contratada ou escalão de gás do consumidor -, e do consumo de energia (kWh), acrescidas dos impostos e taxas aplicáveis, percebeu-se que, ao longo de 2020, vários comercializadores têm vindo a lançar modelos complexos de desconto e serviços adicionais, que dificultam a legibilidade da fatura e a comparação de ofertas.

A título de exemplo, um comercializador aproveitando-se do desconhecimento, por parte dos consumidores, dos valores médios pagos no termo variável (energia) e no termo fixo, divulgou uma oferta promocional de 20% de desconto – sem divulgar a base de preços onde o desconto seria aplicado.

Agravando a situação, ao longo de 2020, diversos dos principais comercializadores começaram numa “guerra de ofertas comerciais”, tais como: a oferta de uma fatura de aniversário, descontos em cartão de compras, descontos cruzados com amigos, etc. Esta prática, dificultou, em benefício dos comercializadores, o processo de escolha e comparação dos diferentes tarifários, procurando cativar a atenção do cliente com “descontos sensacionalistas”.

Para a Payper, Endesa, Galp e EDP Comercial apresentam as faturas mais complexas. Já no que toca ao top 3 das faturas mais simples, CashBack-Power, Muon Electric e LuzBoa surgem destacadas.

Caso estejam a pensar mudar de fornecer, não se esqueçam de usar a Payper, uma vez que disponibiliza, de forma gratuita, ferramentas de comparação que procuram quantificar todos os descontos e promoções aplicáveis, salientando todos os serviços de valor acrescentado de subscrição obrigatória, de acordo com a informação divulgada junto ao regulador.

Através da leitura automática das faturas submetidas, a ferramenta estima a despesa anual e quantifica a poupança anual de todas as ofertas disponíveis no mercado português.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Empresa bracarense cria solução que identifica os erros das faturas de energia elétrica

Permite a organizações do Estado e a empresas privadas poupar até 5% do valor final mensal na fatura da eletricidade.

ERSE alerta: Não há empresas de luz e gás a realizar inspeções nas casas dos consumidores

Certamente que, por estes dias, já devem ter notado na quantidade incrível de mensagens e emails que todos vamos...

EDP Comercial facilita pagamento de faturas e suspende cortes de energia

Os portugueses têm pedido e assinado petições para que, durante esta pandemia, não sejam cobradas faturas de água, luz...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Streamings da RTP2 e RTP3 passam finalmente para HD

Não, não é Full HD, mas tudo é melhor que o SD.

NOS Wi-Fi vai ser descontinuado em agosto

Estavam a contar com o serviço quando fossem de férias para aceder à Internet? É melhor pensarem em alternativas.