“Por Treze Razões” ganha data de lançamento e primeiras imagens

- Publicidade -

É já no próximo dia 18 de maio que estreia mundialmente em exclusivo na Netflix a segunda temporada de Por Treze Razões.

A segunda temporada centra-se no rescaldo da morte de Hannah e no início das fases complicadas nas vidas de cada personagem em direção à recuperação e convalescença. A escola Liberty High vai a julgamento, mas há quem tenha interesse em esconder os detalhes sobre a morte de Hannah. Uma série de polaroids sinistras levam Clay e os colegas a descobrir um segredo doentio e uma conspiração que o encobre.

Em preparação da estreia da segunda temporada, novos elementos serão incluídos no 13ReasonsWhy.info, um site que dá indicações para pessoas que possam precisar de ajuda. Falamos de  um Guia de Debate atualizado e uma nova Coleção de Debates – um conjunto de vídeos nos quais o elenco aborda problemas compreendidos na série, tais como a agressão sexual e o abuso de substâncias tóxicas.

Enquanto a série não estreia, fiquem para já com as primeiras imagens reveladas.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Arcane: Bridging the Rift oferece um olhar aos bastidores de uma das melhores adaptações de videojogos até à data

Produzido pela Netflix, a série dos bastidores de Arcane pode ser vista no YouTube.

Crime de 2017 vai dar origem a uma série de ficção da Netflix

A Netflix e os crimes reais andam de mãos dadas mais uma vez.

Netflix terá Alma a partir de agosto

Série de thriller espanhola estreia dia 19 do próximo mês.

Stranger Things 4 superou mil milhões de horas de streaming

Caso houvesse dúvidas sobre a popularidade da série estrela da Netflix.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Burlões viram-se para a Vinted para roubar dinheiro

O Portal da Queixa identificou um aumento no número de que envolvem burlas online.

Governo criar criar mais 10 mil lugares de creche em todo o país nos próximos anos

O Estado deixa de apoiar exclusivamente as famílias de mais baixos rendimentos (1.º e 2.º escalões) e passa a abranger todas as crianças independentemente do rendimento das famílias.