Peoople. Que rede social é esta que toda a gente está a falar?

Sim, é mesmo assim que escreve. Peoople. Surgiu em 2017, e, em menos de três anos, conseguiu dois milhões de utilizadores. Chegou recentemente a Portugal e, desde então, os portugueses ficaram loucos. Mas porquê?

A Peoople é uma rede social de recomendações

Como referimos acima, o projeto foi criado em 2017 pelos dois cofundadores: David Pena, o atual CEO, e Gonzalo Recio, Responsável de Produto. Essencialmente, a Peoople é uma app dedicada a recomendações, ou seja, e graças à comunidade, os utilizadores ficam a par de recomendações de restaurantes, livros, filmes, séries e muito mais. A premissa nem parece assim tão interessante quanto isso, mas tudo muda com o facto da Peoople pagar pelas nossas recomendações. Sim, é possível ganhar dinheiro utilizando esta app.

A Peoople até pode nem ter o design mais apelativo do mundo ou ser a app mais intuitiva do mercado, mas quando entram euros em jogo (e qualquer um o pode conseguir, basta concluir algumas tarefas básicas), o caso muda de figura.

Primeiro que tudo, há que fazer download da app (é o nosso link, pelo que estão a ajudar o Echo Boomer ao utilizá-lo), disponível para Android e iOS. Abrem a app, criam conta (nem precisam de confirmar o número de telemóvel) e, a partir daí, começam a explorar.

A navegação na app é feita principalmente em quatro ícones, localizados na parte inferior: Descobrir (é como um feed de outra qualquer rede social, onde vão aparecendo as recomendações dos outros utilizadores), Procurar (deste a algo perto de vós, os TOP da semana, restaurantes, hotéis e locais, etc), Perfil (local onde criam coleções públicas e onde podem consultar quantos euros têm na vossa carteira virtual) e o símbolo do + (é aqui que adicionam recomendações).

A génese da Peoople é mesmo o de recomendar coisas. E é tão fácil como ir a esse símbolo de adicionar e, a partir daí, definirmos o que queremos recomendar: restaurantes, hotéis e locais, livros, música, filmes, séries, produtos, aplicações, videojogos… basicamente o que quisermos. Em qualquer uma dessas opções, basta procurarem pelo que querem recomendar, selecionar e, a partir daí, podem adicionar um comentário, uma foto à vossa escolha (útil para fotos de hotéis e restaurantes por exemplo) e adicionar a uma coleção já existente ou, por exemplo, criar uma nova.

Imaginem que querem recomendar a alguém um produto que usam, um restaurante onde a comida era deliciosa, um hotel onde foram super bem tratados, uma série ou filme que acham imperdível… É para estes momentos genuínas que serve esta nova rede social, pelo que a honestidade na partilha é fundamental, até porque, quantas mais recomendações fizerem com os utilizadores, maior a probabilidade de eles se identificarem e interagirem convosco.

Mas como é que se ganha dinheiro na Peoople?

Vamos então ao que interessa. Para ganharem dinheiro, necessitam de estar num dos seguintes níveis: Influencer, Unicorn ou Star. Todos começam como Rookie e, depois, vão subindo de nível pela ordem que referimos.

Por exemplo, para chegarem ao nível Influencer, necessitam de utilizar a app durante cinco dias, de recomendar cinco amigos pelo vosso link, de fazer upload de uma foto de perfil, de criar duas coleções públicas e recomendadas, de dar 20 likes a recomendações distintas e de conseguir 10 seguidores. Não é propriamente difícil.

Quando completarem todas as tarefas indicadas, sobem para nível Influencer, e, no vosso perfil, poderão então aceder à Wallet, local onde os vossos ganhos serão armazenados. Atenção, apenas podem pedir pagamento (feito por transferência bancária) quando conseguirem um total de 10€.

Depois do Influencer, há o nível Unicorn, bem mais difícil de alcançar. Aí precisam de criar 10 coleções públicas e recomendadas, de recomendar 100 amigos, de ter 1000 seguidores, de criar 20 recomendações com comentários e de 250 likes de utilizadores distintos. Claro, uma vez que cheguem a este nível passam também a ganhar o dobro com as vossas recomendações.

Há ainda o nível Star e, embora não saibamos ao certo os requisitos, a plataforma diz-nos que somente 0,1% dos utilizadores consegue ser uma estrela. Neste nível, não só o vosso perfil será facilmente descoberto, como poderão participar em campanhas com marcas e ter um cartão de débito exclusivo da Peoople vinculado à vossa Wallet e que permite utilizar o dinheiro diretamente no mundo real.

A Peoople diz que tem um avançado algoritmo de remuneração baseado na Inteligência Artificial, ou seja, tem em conta mais de 1000 variáveis para que possa gerar receitas. Algumas dessas variáveis são a existência de utilizadores verdadeiros, interações reais com os nossos perfis ou a possibilidade de se conseguir criar alguma atividade organicamente.

Quer isto dizer que não vale a pena criarem contas falsas só para completarem algumas tarefas, pois isso fará com que os vossos ganhos possam ser prejudicados.

Portanto, e à medida que os vossos seguidores forem seguindo as vossas recomendações (comprar algo, reservar algo, ouvir uma música, fazer download, subscrever, etc), bem como dar likes, guardar as vossas sugestões, etc, é também assim que vão recheando a vossa carteira virtual. Na prática, podemos ser pagos por praticamente tudo (a partir do nível Influencer) desde que tudo isso seja orgânico e real.

Além disso, e segundo o que conseguimos perceber, é possível recomendar produtos e colocar links personalizados, como da Amazon, fazendo com que, dessa forma, também consigamos receber dinheiro, mas neste caso diretamente da loja/empresa que estamos a promover na Peoople.

A Peoople não diz quanto paga por cada ação/interação. É difícil de explicar, mas é um facto que funciona, pois vários das pessoas que utilizam esta plataforma já foram pagas, e algumas até com montantes bastante generosos.

Ainda em relação à Wallet, não se preocupem se o vosso saldo não subir todos os dias. Isso pode não acontecer, mas é normal, uma vez que a Peoople diz que os ganhos são colocados nas contas a cada duas/três vezes por semana.

E agora perguntam vocês: como é que a Peoople ganha dinheiro? Ora, a Peoople é paga por empresas/marcas para que estas surjam na aplicação, sendo essa a sua fonte de receitas.

A Peoople está neste momento a impulsionar a sua presença na América Latina, após um crescimento de 600% de utilizadores no final de 2019. A marca abriu recentemente uma ronda de financiamento para captar 2,5 milhões de euros de modo a apostar numa expansão.

Fonte:Peoople

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,847FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Rede social Peoople deixa-nos agora ver as estatísticas do nosso perfil

A novidade chega já depois de terem ativado a dupla comissão no nível Influencer.

Já é possível seguir coleções na Peoople

9 em cada 10 pessoas pediram constantemente esta funcionalidade.

TikTok ganhou 500 mil novos utilizadores em Portugal em apenas dois meses

Os dados foram divulgados no primeiro evento em Portugal dedicado à plataforma, organizado pela Lisbon Digital School.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes