Devemos usar os CTT para devolver produtos à Amazon?

Quem compra na Amazon, principalmente produtos vendidos e enviados pela própria empresa, sabe que tem naquela loja um magnífico apoio ao cliente, ao ponto de ser das melhores, senão a melhor, loja online nesse aspeto.

- Publicidade -

Porém, os azares existem, e também é frequente devolver-se produtos danificados ou que necessitam de ir para a garantia (também podem fazer valer por cá os vossos direitos enquanto consumidor, desde que existam pontos de reparação autorizados em Portugal) de volta à Amazon.

Certamente que muitos clientes já optaram pelos CTT para esse trabalho, mas será esta empresa a melhor para a devolução de produtos? Resposta: nem por isso.

Comecemos por falar da experiência em devolver encomendas à Amazon espanhola…

Se nos acompanham há algum tempo, possivelmente terão lido na altura a frustrante experiência que foi devolver um portátil danificado à Amazon via CTT.

Como estava com problemas, resolvi enviar o meu portátil para a garantia após ter falado com um funcionário da Amazon via chat de suporte ao cliente. O que acontece é que, por vezes, a Amazon espanhola cria etiquetas já pagas, sendo que, nesse caso, basta embalarmos o produto, colar a etiqueta fora da caixa e deixar num dos pontos Celeritas existentes no país, que pode ser um café, uma papelaria, entre outros.

Nesse caso, o responsável do estabelecimento lê a etiqueta, guarda a encomenda e, no dia seguinte, dá o produto à transportadora para que esta possa fazer o respetivo envio. Das vezes que testei este método, posso garantir que tudo correu bem.

Porém, com os CTT, o caso muda de figura. Voltando à história desse portátil, a Amazon somente conseguiu criar um etiqueta de auto-envio, isto é, parte do cliente a responsabilidade de enviar o produto via empresa à sua escolha. Ou seja, podemos optar por enviar pelos CTT ou através de outra transportadora, sendo que temos de pagar primeiramente os portes de envio. Claro, basta depois guardar fatura e enviar à Amazon para que o valor gasto seja restituído.

Muito resumidamente, essa minha encomenda, que deveria ter sido entregue à Amazon, “perdeu-se”. Nunca a chegaram a encontrar e os CTT apenas devolveram 50 e poucos euros (o cálculo é feito com base no peso da embalagem) de um portátil que me tinha custado 700 euros. É uma tremenda falta de respeito pelo cliente.

Nessa ocasião, valeu-me a boa fé da Amazon, que, percebendo que já tinha passado um mês e não tinha recebido a encomenda, percebeu que o portátil tinha desaparecido e prontamente devolveram o valor do equipamento para que pudesse adquirir um novo.

Acreditando ter-se tratado de um grande azar, experimentei, numa outra ocasião, devolver novamente um produto via CTT à Amazon espanhola, mas desta vez com um valor bem inferior. Resultado? Desta vez não perderam a encomenda, mas devolveram-ma. Porquê? Aparentemente não conseguem encontrar a morada que a Amazon fornece nas etiquetas.

Se colocarem no Google Maps a morada que a Amazon indica nas folhas de devolução (Calle Plutón, 3-5 San Fernando de Henares), reparam que nessa exata localização surge o que parece ser um armazém, não havendo mais nada à volta. Logo, como é que os CTT dão como motivo “Recusado, Devolvido”? É estranho…

google maps morada amazon es

Aliás, isto não faz muito sentido, até porque, se fizerem o teste e enviarem através de uma transportadora, seja DPD, DHL, entre outras, a encomenda será entregue nesse mesmo local. Eu próprio já o fiz, seja com transportadora privada ou através dos tais pontos Celeritas, e os produtos foram entregues nesse mesmo local.

Quer isto dizer que algo se passa para que os CTT não entreguem as encomendas no local que é suposto. Portanto, e relativamente a devoluções para Espanha, não usem os serviços da empresa portuguesa.

E devemos usar os CTT para devolver produtos para a Amazon alemã, francesa e italiana?

Bom, o caso muda de figura em relação à Amazon alemã. Aí, asseguro-vos que podem usar os serviços CTT sem problema. Já o fiz mais do que uma vez e, em todas essas ocasiões, as encomendas foram sempre entregues sem qualquer problema.

Atenção: os pontos Celeritas apenas funcionam para Espanha, logo, aqui, ou optam pelo envio pelos CTT ou por transportadora privada.

Como estão a enviar algo para a Alemanha, os custos de envio são elevados e, embora a Amazon devolva sempre o montante, aconselho a, neste caso, enviar via CTT, pois utilizar uma transportadora privada para enviar algo para a Alemanha sai muito caro. Novamente, o valor gasto é sempre ressarcido, mas “custa” dar algum dinheiro de avanço. Vocês percebem.

No que diz respeito à Amazon francesa, também não é boa ideia recorrer aos CTT. Com a minha única experiência até agora, enviei um smartphone de volta para França de modo a ser reparado. No balcão dos CTT, foi-me logo dito que, como a morada de entrega era um apartado (Amazon.fr, CEDEX 9, Orleans), teria de ser feito um envio normal, o que fez com que o valor dos portes a pagar fosse mais reduzido (cerca de 11€).

Deixei o produto no posto CTT a 7 de janeiro, tendo chegado a França no dia 13 desse mês. Hoje é dia 15 de fevereiro, ou seja, mais de um mês depois, e não se sabe onde anda o smartphone, pois não foi entregue onde era suposto. Custa a acreditar.

envio encomenda amazon fr

Ao longo desse tempo fui falando com a Amazon que, em trocas de emails, disse para esperar até dia 8 de fevereiro. Chegado esse dia, a empresa gentilmente fez-me reembolso do valor da encomenda. Afinal de contas, e para todos os efeitos, fiquei sem telemóvel.

O mais incrível de tudo é o total desconhecimento dos CTT perante esta situação. Reportei a situação mais que uma vez, tendo-me sido dito que o processo encontrava-se em análise, mas não passou disso. Até hoje aguardo por uma resposta concreta por parte do apoio ao cliente.

Finalmente e no que toca a devoluções para Itália, ainda não tive oportunidade de utilizar os serviços internacionais dos CTT, mas, se for necessário devolver algo, acho que vou logo optar por uma transportadora privada.

É de facto uma pena as entregas da empresa portuguesa funcionarem tão mal quando falamos em envios para o estrangeiro.

Por isso, e de forma a concluir este artigo, podem utilizar os CTT para enviar produtos para a Amazon alemã. Para o resto dos países não é recomendável.

- Publicidade -

12 Comentários

  1. Comigo, enviei uma encomenda para a Amazon Espanha via CTT e já passa de uma semana e a encomenda ainda só aparece como expedição internacional.

    • Olá, Artur. Pois, como pode ler no artigo, também por aqui tivemos más experiências ao utilizar os serviços dos CTT para enviar para a Amazon Espanha. Daí termos passado a utilizar uma transportadora.

  2. Boa noite.
    Tenho um artigo, que veio errado, para devolver a Amazon alemã. Já imprimi o colei as respectivas etiquetas.
    Pretendo devolver através dos CTT. Mas fiquei sem saber se devo pagar os portes e a Amazon devolve também os portes ou nas etiquetas já estão incluídos os portes??

    Obrigado

    • Boa noite, Rui.
      Como deve ter uma etiqueta de autoenvio, ou seja, normal, terá sempre de enviar pelos CTT (ou transportadora) e pagar os respetivos portes. Contudo, basta que guarde a fatura e envie para a Amazon para que lhe devolvam o valor dos portes

  3. Boa tarde

    Queria fazer uma devolução mas não há forma de encontrar quais são os pontos celeritas perto da minha residência.
    Vivo em Vila Nova de Gaia, Porto
    Agradeço ,desde já, atenção

    Sílvia Ramos

  4. Olá. Tenho uma coisa para devolver à Amazon Espanha. Já imprimi as etiquetas. Sou de Albufeira. Tenho que pagar a uma transportadora ou existe celeritas aqui? Muito obrigado pelo post.

    • Bom dia, Ricardo.
      Existe Celeritas no Algarve, sim. No seu caso em particular, reparei que o ponto Celeritas mais próximo é na papelaria/tabacaria Danevi. Veja no Google a morada.

      Em relação às etiquetas, depende do que tenha escolhido. Normalmente, quando pede para devolver algo à Amazon, o sistema deixa escolher várias opções, como Celeritas ou via transportadora.

      Recorda-se qual a opção que escolheu? Isto porque as próprias etiquetas são diferentes em ambas as formas. Na Celeritas existem etiquetas em que basta imprimir, colar e deixar no ponto de recolha. E está feito.

      No caso das etiquetas para transportadora, esses códigos não será válidos cá, mas somente em Espanha. Se tiver de enviar via transportadora, cola na mesma as etiquetas, isto para a encomenda ir devidamente identificada, mas tem de recorrer aos serviços de uma transportadora, como DPD ou DHL. Como constatou no artigo, não recomendo CTT neste caso em específico.

  5. A questão das devoluções á amazon espanha é que a amazon tem dias especificos para receber encomendas e a CTT Express não está preparada para isso. Por exemplo, só recebem ás quintas feiras, o objeto vai ficar parado uns dias e por vezes gera muita confusão. Acredito que seja fácil de ultrapassar.

    • Pedro, acredito bem no que me diz. Porém, e nas vezes que experimentei devolver algo à Amazon ES, o produto veio sempre devolvido. Curiosamente, quando tentei via transportadora, foi logo à primeira…

  6. Aconteceu-me exactamente o mesmo com os CTT. Uns ladrões autênticos. Numa encomenda de 200€, devolveram-me 20€!!!
    Agora que tenho de fazer um novo envio, e percebendo que há aqui “falcatrua”, vou procurar uma transportadora que me faça o serviço.
    Obrigado pela dica!

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,770FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

CTT passam a apostar na montagem de móveis e grandes eletrodomésticos

Mas este é um serviço somente disponível para clientes empresariais.

Uber Eats quer ser uma Amazon do immediate delivery

E quer chegar a 75% da população portuguesa em 2021.

Portal Aduaneiro dos CTT vai deixar realizar pré-pagamentos para desalfandegar encomendas

Tal garante que os objetos aos quais forem aplicadas imposições aduaneiras pela Autoridade Tributária possam ser entregues já com os encargos pagos, não exigindo a cobrança no ato da entrega.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O Xbox Game Pass é invadido por Yakuza e mais jogos até ao fim de janeiro

Espreita as novidades para PC e Xbox para o final do mês.

Eleven está a oferecer um mês grátis sem fidelização

Podem aproveitar até 22 de janeiro. E sim, a oferta é válida para quem já tem conta criada.