(Terminado) Passatempo “Arkansas – Rei do Crime” – Temos 4 convites duplos para o final da semana de estreia (Lisboa e Matosinhos)

“Arkansas – Rei do Crime” tem estreia marcada para Portugal a 16 de julho.

Arkansas
- Publicidade -

Título original: Arkansas
Realização: Clark Duke
Argumento: Andrew Boonkrong, Clark Duke, baseado num livro de John Brando
Género: Crime, Thriller, Drama
Elenco: Liam Hemsworth, Vince Vaughn, Clark Duke,John Malkovich

Sinopse: “Dois pequenos criminosos, Kyle (Liam Hemsworth) e Swin, vivem às ordens de um chefe do crime chamado Frog (Vince Vaughn), que nunca conheceram. Mas quando uma transação corre pessimamente, consequências assustadoras abalam subitamente a vida rotineira da dupla.

Vender produtos ilícitos é um negócio arriscado e duvidoso, sem margem para segundas oportunidades. Não há certo nem errado. Eles têm de ser eliminados.”

O Echo Boomer, em parceria com a NOS Audiovisuais, tem para oferecer 4 bilhetes duplos (2 para Lisboa e 2 para Matosinhos) para as sessões do final da semana de estreia de Arkansas – Rei do Crime, válidos para os Cinemas NOS Colombo, em Lisboa, e NOS NorteShopping, em Matosinhos.

A lógica é a mesma que para as sessões de antestreia, a diferença é que os vencedores deverão ir ao cinema num dia à escolha entre 16 e 19 de julho (a partir da quinta-feira de estreia do filme até ao domingo).

Regras de participação:

O passatempo decorre até às 23h59 de 13 de julho. Os vencedores serão contactados via email.

Nota: Se ganharem este passatempo e, também, através de outro meio, devem informar-nos sobre tal, de modo a que possamos dar a oportunidade a outra pessoa.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Pingo Doce chega pela primeira vez aos Açores

O sortido do espaço conta com muitos produtos regionais, fruto das parcerias feitas com 129 fornecedores dos Açores.

Continente abre primeira loja em Gouveia

Continua a expansão da marca da Sonae.

Lagoa dos Salgados será classificada como área protegida de âmbito nacional

Há 21 anos que, em Portugal, não era classificada nenhuma área protegida de interesse nacional.