Parlamento Europeu quer tirar sem-abrigo das ruas até 2030

- Publicidade -

Estima-se que existam 700.000 pessoas que dormem nas ruas europeias.

O Parlamento Europeu assinou na segunda-feira a declaração de Lisboa que se compromete a combater a situação de sem-abrigo e a garantir alojamento seguro e acessível a todos até 2030.

A declaração, também adotada pela Comissão Europeia, Estados-membros, parceiros sociais e partes interessadas da sociedade civil, visa canalizar esforços para erradicar a situação de sem-abrigo no velho continente ao longo dos próximos nove anos.

“A habitação é um direito humano fundamental e, no entanto, 700 mil pessoas dormem nas ruas. Esta não é uma Europa onde ninguém pode ser deixado para trás. Para mudar isto não precisamos de palavras, precisamos de ação”, disse a presidente da comissão de Emprego e dos Assuntos Sociais do Parlamento Europeu, Lucia Duris Nicholsonová.

Nesta segunda-feira, foi também lançada a Plataforma Europeia de Combate à Situação de Sem-Abrigo, criada para a partilha de boas práticas e de políticas sobre este assunto.

Essencialmente, os 27 Estados-membros da UE devem garantir que ninguém tenha de dormir na rua, que ninguém seja discriminado e que ninguém seja despejado de um determinado local sem ter uma solução de alojamento adequada.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes