fbpx

Pagamentos contactless já não vão precisar de PIN em compras de até 50€

Quem tem um cartão de crédito/débito recente, saberá por esta altura que, junto ao chip, está um símbolo que indica que o mesmo está preparado para pagamentos contactless, ou seja, “sem contacto“.

Pois bem, e se até agora somente os pagamentos até 20€ não necessitavam de pin, esse é um limite que muda a partir de hoje. Ou seja, na próxima vez que aproximarem o vosso cartão do terminal de pagamento, e o valor da compra não for superior a 50€, já não precisam de introduzir o pin.

contactless

É verdade que o pagamento contactless pode ser feito para compras de qualquer valor, mas naquelas de até ao máximo de 20€, basta somente aproximar o cartão para pagar algo. Ou seja, até podemos usar o contactless em compras de valor superior, mas teremos sempre que introduzir o PIN.

Portanto, a partir das próximas, pagamento de até 50€ deixem de exigir por o PIN para concluir a operação.

Por um lado, e tendo em conta a evolução da pandemia do novo coronavírus, esta é uma excelente medida. Por outro, é bastante problemático caso alguém seja roubado, e, nesse caso, os burlões poderão roubar ainda mais dinheiro às vítimas.

Experimentámos o contactless por volta da hora do almoço de hoje e verificámos que o limite dos 50€ ainda não estava ativo. Porém, isto deverá depender de banco para banco, como diz o Banco de Portugal em comunicado, referindo que “os bancos irão proceder a esta alteração de forma progressiva”.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,783FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Melhorias na comunicação e maior controlo sobre a privacidade são algumas das novidades do Android 11

E claro, os smartphones Pixel já podem ser atualizados para a mais recente versão.

Mi Store do Centro Comercial Colombo inaugurada a 15 de setembro

O evento de inauguração poderá ser acompanhado via streaming.
- Publicidade -

Mais Recentes

Xiaomi vai abrir mais uma loja em Lisboa já em outubro

Continua a expansão da marca chinesa por Portugal.

Análise – Crysis Remastered

Crysis corre de novo nas consolas, mas cansado.