O Razer DeathAdder recebe a versão V3 Pro

- Publicidade -

Novo sensor, nova ergonomia, novo rato.

A Razer está de volta com um novo rato, ou melhor, uma nova versão de uma linha bem familiar. Trata-se do novo DeathAdder, que surge na versão V3 Pro e em duas cores distintas.

Uma das mais populares soluções da Razer para as nossas mãos introduz novas tecnologias, como a ligação Razer HyperSpeed Wireless de baixa latência, uma taxa de polling elevada, um novo sensor e um novo design compacto e ergonómico que confere um peso 25% mais leve que o antecessor.

O grande destaque vai para o novo Sensor Ótico Focus Pro 30K, com uma precisão de resolução de 99,8%, que, juntamente com funcionalidades baseadas em inteligência artificial e rastreio inteligente, promete o melhor desempenho possível. Para os verdadeiros pros, o novo rato inclui também os switches óticos de 3ª geração e uma taxa de polling de 1000Hz, que pode ser melhorado até 4000Hz reais, graças ao Adaptador Razer HyperPolling Wireless, um pequeno dispositivo compatível com o Razer DeathAdder V3 Pro para melhorar a experiência de jogo em ambiente competitivo.

Com ligação USB-C e uma autonomia sem fios até 90 horas, o Razer DeathAdder V3 Pro está disponível por 159,99€, o Adaptador Razer HyperPolling Wireless por 34,99€ e o conjunto dos dois por 177,50€.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

A Razer Leviathan V2 X é a nova barra de som para o PC da Razer

Uma solução áudio diferente para os jogadores de PC.

RazerCon 2022 regressa já em outubro

A Razer está preparada para revelar mais equipamentos numa transmissão dedicada aos jogadores.

Dá mais luz ao teu setup com os novos tapetes iluminados da Razer

O Razer Strider Chroma e o Razer Goliathus Chroma 3XL prometem trazer mais cor à nossa secretária.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vila Galé em Tomar deverá estar pronto até novembro de 2023

E será uma unidade hoteleira de cinco estrelas.

Arcade Fire no Campo Pequeno – A música vence sempre?

A banda canadiana recordou-nos que é obreira de alguma da melhor música das últimas duas décadas. O resto? Pois, o resto logo se verá.