Novo confinamento. Supermercados passam a fechar às 17h aos fins de semana

O Governo apertou as medidas de confinamento, mas continua sem fechar as escolas.

Novo confinamento
Foto: João Bica
- Publicidade -

Os portugueses não estão a facilitar e, como tal, estamos a atravessar o pior período no que à pandemia diz respeito. Hoje, dia 18 de janeiro, cinco dias após o anúncio das medidas de confinamento, o primeiro-ministro António Costa anunciou novas medidas com o intuito de desacelerar a evolução dos novos casos de COVID-19.

Eis as medidas:

  • É reposta a proibição de circulação entre concelhos ao fim-de-semana;
  • Todos os estabelecimentos de qualquer natureza devem encerrar às 20h à semana e às 13h ao fim-de-semana. A excepção é o retalho alimentar que ao fim-de-semana se pode prolongar até às 17h;
  • Vai ser proibida a venda ao postigo de qualquer estabelecimento não alimentar, como lojas de vestuário;
  • É proibida a venda ao postigo de qualquer tipo de bebida, mesmo cafés;
  • É proibida a permanência e o consumo de bens alimentares à porta de estabelecimentos ou nas suas imediações;
  • Encerrados todos os espaços de restauração em centros comerciais, mesmo em regime de take away;
  • Proibidos os saldos e promoções que promovam a deslocação de pessoas;
  • Proibida a permanência de pessoas em espaços públicos como jardins. Podem ser frequentados, mas não podem ser locais de permanência;
  • Pedida às autarquias a limitação do acesso a zonas que convidam à concentração de pessoas, como marginais, incluindo espaços para jogar ténis ou padel;
  • Encerradas universidades seniores, centros de dia e centros de convívio;
  • Deslocações para trabalho presencial vão necessitar de declaração escrita da entidade patronal;
  • As empresas com mais de 250 trabalhadores têm de enviar nas próximas 48 horas à Autoridade para as Condições de Trabalho a lista nominal de todos os trabalhadores cujo trabalho presencial consideram indispensável.
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Governo estende as medidas atualmente em vigor por mais 15 dias

"Este infelizmente ainda não é o tempo do desconfinamento", frisou o primeiro-ministro, António Costa, após mais uma reunião do Conselho de Ministros.

O novo confinamento traz de volta Como é que o Bicho Mexe

Fechados em casa? Bruno Nogueira ajuda-nos a ultrapassar esta fase.

Rede Expressos ajusta oferta devido ao novo confinamento

Se for o caso, devem fazer a respetiva revalidação (sem custos) para uma nova data.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

A nova app Pingo Doce permite ter o Cartão Poupa Mais no smartphone

Descubram as novas funcionalidades que vos ajudam a poupar e a organizar o dia-a-dia.