fbpx

NOS Alive: Tudo o que precisas de saber para a edição deste ano

Está quase a começar mais um NOS Alive. A decorrer desta quinta-feira, 6 de julho, até sábado, 8 de julho, muitos são os artistas e bandas que irão pisar os palcos do festival que decorre todos os anos no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras.

São centenas de concertos, vários palcos, muitos espaços de marcas que patrocinam o festival, uma área bem interessante e diversificada de restauração… Enfim, espera-se uma grande festa, mas com menos estrangeiros à mistura: 22 mil pessoas que vêm de fora, ou seja, este ano, os portugueses interessaram-se mais pelo NOS Alive.

O orçamento é cada vez maior. Este ano ascende a 8,5 milhões, canalizados na maior parte para o cartaz musical. The Weeknd, The xx, Foo Fighters e Depeche Mode são os cabeças de cartaz, mas os fãs esperam também pelas atuações de Ryan Adams, Imagine Dragons, Fleet Foxes, Bonobo, Glass Animals, entre tantos outros. Para tudo isto funcionar, 5 mil pessoas estão envolvidas na conceção do festival, para que nada falhe nos dias do evento.

Esperam-se 55 mil pessoas por dia. É muita gente. Por isso, fica a saber que não é permitida a entrada dos seguintes objetos no recinto: objetos perigosos (canivetes, qualquer tipo de arma, correntes); cintos e/ou pulseiras pontiagudas, etc.); garrafas plásticas com tampa; bebidas alcoólicas; caixas com comida; máquinas fotográficas / filmar profissionais; gravadores de som; animais; capacetes; stick GoPro/ selfie stick; objetos de vidro (garrafas/ perfumes, etc.); qualquer objeto que possa ser arremessado. A organização aconselha ainda que deixes a mochila em casa, pois isso pode atrasar a entrada no recinto.

Outro ponto que importa referir é o dos transportes. Não leves carro, apanha antes um transporte público. Ou, então, podes deixar o carro no parque de estacionamento do Alegro Alfragide (gratuito) e trocar o bilhete diário ou o passe geral pela pulseira no parque exterior do segundo piso que te leva em viagem ao recinto a bordo do Alegro BUS. As viagens são gratuitas, ocorrem a cada 30 minutos e acontecem desde as 16h00 até às 3h00 da madrugada.

Ah, no Alegro podes ainda trocar o teu passe geral pela pulseira do NOS Alive. É o único ponto do país onde o podes fazer, e sempre poupas tempo na altura da confusão nas imediações do recinto.

Também há boas novidades para quem reside na Margem Sul. Durante os dias do festival, a Transtejo terá três carreiras noturnas às 3h00, 3h30 e 4h00 da madrugada.

A edição deste ano conta ainda com um Acãopamento, para que possas deixar o teu amigo de quatro patas entregue aos cuidados da Equipa Tiago Patel; um serviço de recolha para veículos Cabify, ou seja, chamas um Cabify, chegas ao ponto pickup e aguardas pelo condutor, e uma outra novidade para os mais gulosos: gelados da McDonald’s.

Pronto, não vais ter o Big Mac ou o Big Tasty, mas pelo menos vais poder escolher entre o McFlurry de Oreo ou de M&M’s (1,70€ cada) ou o Sundae de caramelo, morango e chocolate (1,50€ cada).

Já fizeste o teu horário? Não? Então passa aqui e decide-te. Marca na agenda também: o NOS Alive regressa no próximo ano entre 12 e 14 de julho, sempre na segunda semana do mês de julho.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festival Gastronomia de Bordo acontece em Peniche já em outubro

Este ano, o festival Gastronomia de Bordo em Peniche adaptou-se às novas circunstâncias e fica circunscrito à experimentação dos pratos em apenas alguns restaurantes.

Clã, David Fonseca e Lena D’Água vão atuar no FNAC Live Box Edition

A entrada, como é habitual neste festival da FNAC, é gratuita.
- Publicidade -

Mais Recentes

Fruut Craaks. Novo snack promete apenas 4kcal por tortita ingerida

Uma bela novidade para comer a qualquer altura do dia.

Segunda temporada de Eléctrico já tem data de estreia na RTP1

A rádio volta a levar a música portuguesa ao vivo ao canal da RTP1.

6.ª temporada de Supergirl vai ser a última

Os novos episódios deveriam estrear este ano, mas a pandemia obrigou a um adiamento para 2021.