NOS Alive: Cinco concertos obrigatórios no primeiro dia

É já esta quinta-feira, dia 12 de julho, que começa mais uma edição do NOS Alive. O festival está esgotadíssimo há já algum tempo, pelo que apenas poderás conseguir um papelinho mágico através de passatempos que estejam a decorrer para este grande evento.

O Echo Boomer vai andar por lá e promete trazer as melhores críticas aos concertos que conseguir assistir. Até lá, e como sabemos que muitos de vós vão andar por lá, ficam aqui cinco concertos que consideramos obrigatórios no primeiro dia.

1- Arctic Monkeys

Claro, o dia é deles. Cinco anos após o aclamado AM, a banda de Alex Turner regressou com Tranquility Base Hotel & Casino, que, na verdade, mais parece um álbum a solo do vocalista. Os Arctic Monkeys deixaram as guitarras de lado neste álbum, pelo que a curiosidade é muita para perceber como irá decorrer o concerto. Atuam no Palco NOS às 00h05.

2- Nine Inch Nails

Primeiro que tudo, não se compreende o horário em que atuam, o que lhes dará, sensivelmente, apenas uma hora de concerto. E nós já sabemos como é o temperamento de Trent Reznor… Sendo um dos nomes fortes do dia, os Nine Inch Nails vêm apresentar os temas dos seus mais recentes EPs, Not the Actual Events Add Violence e, claro, do seu mais recente álbum de estúdio, Bad Witch, originalmente planeado para ser o terceiro e último EP da suposta trilogia. Para ver às 20h55 no Palco NOS.

3- Friendly Fires

Também eles afastados dos palcos há algum tempo – o segundo álbum, Pala, foi lançado em 2011 – regressaram à estrada este ano e prometem, até dezembro, um novo trabalho discográfico. Até lá, podemos sempre ouvir o nosso single, “Love Like Waves”, que será certamente tocado no concerto do NOS Alive. Sobem ao Palco Sagres às 21h40.

4- Blasted Mechanism

Claro, tinha que destacar esta banda nacional. Ativos na cena musical desde 1995, a banda foi sofrendo diversas alterações ao longo do tempo. Para este ano, os integrantes são Valdjiu, Ary, Guitshu, Fred Stone e Joahn Eckman, músico sueco, que é, também, o membro mais recente da banda, e que, segundo o comunicado de imprensa divulgado na altura, “trará à banda um refresh vocal e combinará a lírica com a voz de Guitshu”. Está prometido um grandioso espetáculo para o NOS Alive. Até lá, conheçam “Running”, primeira amostra do álbum Synchronicity, ainda sem data de saída prevista. Atuam às 03h no Palco Sagres.

5- Sophie

Tem estado nas bocas do mundo desde que anunciou o álbum de estreia. Começou por integrar a banda Motherland, lançou alguns singles a solo e produziu vários temas para Charli XCX. Mas é com o seu álbum Oil of Every Pearl’s Un-Insides, lançado em junho passado, que vai conquistar o mundo. O single “It’s Okay to Cry” é a música em que SOPHIE usou pela primeira vez a sua voz. Um concerto para ver às 03h10 no Palco NOS Clubbing.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,558FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
610SeguidoresSeguir

Relacionados

NOS Alive. Bilhetes anteriormente adquiridos têm de ser trocados para a edição de 2021

A organização do NOS Alive recebeu finalmente as indicações governamentais para responder às questões relacionadas com bilhetes previamente adquiridos.

Há mais uma reconfirmação para o NOS Alive 2021

Depois dos Da Weasel, Angel Olsen junta-se à edição do próximo ano.

NOS Alive já tem datas para 2021. Da Weasel confirmados no cartaz

"Este será o primeiro julho sem NOS Alive", começa por dizer a Everything is New em comunicado oficial.

NOS Alive não deverá mesmo realizar-se este ano em Algés

Quem o diz é Álvaro Covões, diretor-geral da Everything is New, numa conversa na qual participou no programa Prova Oral, da Antena 3.
- Publicidade -

Mais Recentes

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Crítica – The King Of Staten Island

The King Of Staten Island emprega uma fórmula muito conhecida (e demasiado utilizada) que se estende em demasia, mas Judd Apatow equilibra-a com um sentido de humor negro com a ajuda dos seus co-argumentistas.