Nininho Vaz Maia estreia-se nos Coliseus em 2022

- Publicidade -

O artista sensação une o Flamenco, o pop e a tradição cigana num estilo único.

Depois de se estrear ao vivo com dois concertos esgotados, realizados em pontos estratégicos do país – Arena de Almeirim e Parque de Feiras e Exposições de Beja -, Nininho Vaz Maia ruma em 2022 aos Coliseus, duas das mais emblemáticas salas nacionais, para apresentar o seu disco de estreia Raízes. O Coliseu de Lisboa recebe o músico no dia 21 de maio e o Coliseu Porto AGEAS no dia 28 do mesmo mês.

O fenómeno Nininho Vaz Maia, o artista que une o Flamenco, o pop e a tradição cigana num estilo único, conquistou inesperadamente os fãs em 2019 com os seus temas originais no YouTube, somando à data de hoje mais de 54 milhões de visualizações orgânicas no seu canal oficial. A receção do público ao disco e ao género musical único que apresenta tem sido estrondosa e prova disso foram os dois concertos de estreia esgotados e a conquista do disco de ouro, com o trabalho que marca a sua estreia nas edições.

Raízes é o álbum de estreia de Nininho Vaz Maia e conta com 11 faixas numa verdadeira homenagem às suas raízes, a comunidade cigana. As canções viajam por esse mesmo universo, garantindo um estilo musical único, feito com emoção, sem receio do erro e com um objetivo muito claro: transmitir sentimentos reais. O Flamenco e o pop unem-se em estúdio e ao longo do disco a guitarra de Gilberto Maia (Popinho) e a voz absolutamente contagiante de Nininho convidam a uma viagem ora dançável, ora contemplativa.

Nininho Vaz Maia tem como objetivo elevar a cultura cigana e representá-la com orgulho. O flamenco, um estilo musical durante séculos perseguido pelos conflitos de vários povos, é hoje um género respeitado graças a nomes como Paco de Lucia, Camarón de La Isla, Niña Pastori e até jovens artistas como Rosalía, que têm vindo a combater o preconceito e a mostrar o verdadeiro valor do flamenco. Em “Soy Gitano”, uma das canções apresentadas ao público ainda na primeira fase da sua carreira, o artista deixa bem claro na letra o forte orgulho pelas suas origens.

Quanto aos bilhetes, já estão à venda nos locais habituais, indo dos 20€ aos 50€ (valor com meet & greet) para Lisboa e dos 15€ aos 50€ (valor com meet & greet) para o Porto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes