Motas elétricas da Acciona voltam a ficar disponíveis esta segunda-feira

Aos poucos e poucos, os serviços começam as suas operações. E o serviço de motas elétricas da Acciona é um deles.

Motas elétricas

Desde há algum tempo que os portugueses ficaram sem acesso a diversos serviços. E aqui também se incluem uns que as pessoas têm vindo a adorar: os serviços de sharing, isto é, de partilha.

Entre trotinetes, bicicletas, motas e carros, esses serviços ficaram suspensos por tempo indeterminado. Agora, e uma vez que estamos em pleno Estado de Calamidade, alguns empresas estão a tentar regressar à normalidade. E a Acciona, conhecida pela partilha de motas elétricas, é uma delas.

A partir de amanhã, segunda-feira, dia 11 de maio, as scooters da Acciona voltam a ficar disponíveis para todos.

“Voltamos mais fortes do que nunca com um estrito protocolo de desinfeção e higiene através de uma equipa de especialistas que se encarregará de que tudo esteja perfeito, além disso proporcionamos-te um KIT TOP Higiene encontrarás no baú”, diz um email enviado pela empresa aos seus utilizadores.

Nesse mesmo email, a Acciona recomenda que usar luvas próprias, bem como máscara e óculos de sol. No final de cada viagem, os utilizadores devem limpar as mãos, telemóvel e mota com o liquido desinfetante e toalhitas.

Para garantir a desinfeção de todos os motociclos e a substituição de equipamentos de proteção individual, o horário do serviço foi modificado, sendo agora das 6h às 2 da manhã (antes da pandemia da Covid19 o horário era 24/7).

O melhor de tudo? É que a Acciona volta ao mercado com um novo tarifário: 0,21€ por minuto. Recorde-se que, até agora, os preços começavam nos 0,26€ por minuto para o modo de condução Standard “S”. Também o serviço de Modo C sofre uma redução de 0,02€, pelo que passam a ser cobrados 0,26€ por minuto.

Apesar do novo preço, não é o mais económico até à data. Se formos ao site oficial, verificamos que podemos comprar um pacote de 500 minutos, por exemplo, por 100€, o que equivale a 0,20€ por minuto.

Ou seja, é sempre mais económico comprar pacotes de minutos. E faz sentido que assim seja.

Fonte:Acciona

Sigam-nos

10,849FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Depois de voltarem ao ativo, as motas elétricas da Acciona abandonam Lisboa

É um adeus inesperado, talvez provocado pelos efeito da pandemia de COVID-19.

Acciona. Há um novo serviço de motosharing em Lisboa

Lisboa é uma cidade com cada vez mais novidades tecnológicas. A capital portuguesa está cheia de serviços de trotinetes,...

Está a chegar a Lisboa um dia dedicado às scooters

O Generali Lisboa Scooter Day regressa às ruas da capital, no próximo dia 16 de setembro. A...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – 9 Monkeys of Shaolin

Viajem até à China Medieval numa busca por vingança e muita ação.

Crítica – On the Rocks

On the Rocks não parece um filme, mas sim uma história real com pessoas reais… pelo menos até ao terceiro ato.