MIMO Festival Amarante volta a 26, 27 e 28 de julho de 2019

O MIMO Festival Amarante terminou hoje com os concertos de Hudson, o super-grupo norte-americano que junta em palco Jack DeJohnette, John Scofield, John Medeski e Scott Colley, e os sérvios Goran Bregovic Wedding and Funeral Band.

- Publicidade -

Em tempo de balanço, a diretora do MIMO Festival garante que “o balanço é extremamente positivo” e acrescenta que “o MIMO afirma-se como um festival português com uma missão assumida: dar espaço ao que vai acontecendo de novo na cena artística mundial. No MIMO Festival o público descobre as novidades e sai de Amarante enriquecido. É isso que vamos continuar a fazer em 2019, dias 26, 27 e 28 de julho”, afirma Lu Araújo.

Num ano que teve como novidade a exposição “Os Modernistas. Amigos e Contemporâneos de Amadeo de Souza-Cardoso, Colecção Millennium bcp“, a fundadora do MIMO Festival enaltece o “sucesso absoluto” desta parceria com a Fundação Millennium bcp. “Nestes dias, mais de 5 mil pessoas já passaram pelo Museu Amadeo de Souza-Cardoso para ver esta exposição, é impressionante”, refere.

Ao longo destes três dias, o MIMO Festival 2018 ofereceu 53 actividades, entre música, cinema, programa educativo e infantil, fórum de ideias, roteiro cultural, chuva de poesia, a que se junta uma estreia absoluta, uma exposição, inédita a Norte, de pintores contemporâneos de Amadeo de Souza-Cardoso, numa parceria com a Fundação Millennium bcp.

Matthew Whitaker Trio (EUA), GoGo Penguin (Inglaterra), Shai Maestro Trio (Israel), Baiana System, Moacyr Luz e Almério (Brasil) estrearam-se em Portugal neste fim-de-semana. Otto (Brasil), Orquestra Chinesa Cheong Hong de Macau (China), Timbila Muzimba (Moçambique), Pablo Lapidusas International Trio (Argentina/Brasil/Cuba), Dona Onete (Brasil) e Noura Mint Seymali (Mauritânia) regressaram para mostrar o bom momento que atravessam.

A representar Portugal estiveram em Amarante Rui Veloso, Dead Combo, Bruno Pernadas e Marta Pereira da Costa. Houve ainda cinema, programa educativo, poesia, fóruns de ideias e roteiros culturais.

Cada vez mais relevante para a Economia da região Norte, o MIMO Festival Amarante é acolhido de braços abertos pelos amarantinos mas também por todos os que são, indirectamente, impactados com este movimento.

Recorde-se que o MIMO Festival Amarante tem como promotor a Câmara Municipal de Amarante, contando com o patrocínio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa no programa MIMO SEM BARREIRAS, que tem como objectivo facilitar a acessibilidade, a integração e a mobilidade de pessoas com necessidades especiais ou mobilidade reduzida, durante o festival em Amarante.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Câmara Municipal de Coimbra vai comprar as duas salas de cinema do Edifício Avenida

Esta decisão surge na sequência do processo de leilão que decorria online na sequência da insolvência dos cinemas Millennium, que ameaçava a continuidade do projeto “Casa do Cinema de Coimbra”.

O novo filme de Super Mario Bros. tem nova data para 2023

Super Mario Bros. tem nova data de estreia para daqui a um ano.

Crítica – The Boy Behind the Door

Se querem um thriller que funciona a um nível básico, que não vai muito longe no terror, algo para passar o tempo, então talvez apreciem The Boy Behind the Door. Se pedem mais que isso, lamento dizer que o filme fica pela premissa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Finalmente: Museu do Tesouro Real inaugurado no Palácio Nacional da Ajuda a 1 de junho

A exposição permanente do futuro Museu do Tesouro Real foi pensada em 11 núcleos, numa abordagem aprofundada sobre a origem e percurso das peças que os compõem.

Biografia de Elvis Presley nos cinemas ganha novo trailer

Elvis, o próximo grande filme de Baz Luhrmann, tem novo poster e trailer.

Netflix confirma a segunda temporada de Bienvenidos a Edén

Nova série espanhola da Netflix está a fazer enorme sucesso por todo o mundo.