Programação artística do MIL – Lisbon International Music Network está completa

Já são conhecidos todos os artistas/bandas que irão atuar na 4ª edição do MIL – Lisbon International Music Network, que acontece de 25 a 27 de março.

No que toca a projetos nacionais, quem for ao MIL poderá contar com atuações de Amaura, Aurora Pinho, Batida, Cacique ’97, Cancro, Castilho, Catarina Munhá, Club Makumba, David Bruno, DJ Marfox, Fado Bicha, Ganso, IAN, Janeiro, José Valente, Luís Severo, Manel Cruz a solo, Maria Reis, Marinho, Monday, MURAIS, Papillon, RAY, Sensible Soccers, Sunflowers e Vaiapraia, os brasileiros Black Pantera, Da Matta, Drik Barbosa, Giovani Cidreira, Guitarrada das Manas, Héloa, MC Tha, Patricktor4, Romero Ferro e Trap, Funk & Alívio, bem como com uma atuação dos moçambicanos Gato Preto e do músico de São Tomé e Príncipe Norberto Sanches.

No que toca a nomes estrangeiros, a programação do festival fica completa com os espanhóis Amparito, EJ Marais, Inhumankind, Kenya Racaile, La Tiguerita, Los Sara Fontan, Pinpilinpussies, Rakky Ripper e RomeroMartín, os belgas Glauque, DTM Funk, Saudade e Susobrino, os franceses ascendant vierge, Bison Bisou, Johan Papaconstantino, Ko Shin Moon, Murman Tsuladze e The Psychotic Monks e o canadiano Flore Laurentienne. Juntam-se ainda ao cartaz os holandeses Karel e Torii, os alemães People Club, os dinamarqueses GENTS, as britânicas Los Bitchos e BABii, os noruegueses Deathcrush e Oilskin, a mexicana Camila Fuchs, a islandesa dj. flugvél og geimskip, a franco-venezuelana La Chica, o libanês Hadi Zeidan e o grupo de Taiwan Huan Huan.

Os espetáculos acontecerão ao longo de nove salas de espetáculo e clubes noturnos do Cais do Sodré: B’Leza, Collect, Estúdio Time Out, Indústria Lisboa, Lounge, Musicbox, Roterdão, Titanic Sur Mer e Sabotage.

Sabe-se também que, durante a open call dirigida a artistas, o MIL – Lisbon International Music Network recebeu mais de 950 candidaturas vindas de 72 países diferentes.

Além do programa artístico, quem conhece o festival sabe que este apresenta um programa de convenção dirigido a profissionais das indústrias da música e do sector cultural composto por masterclasses, keynotes, debates e workshops. Para já, todas as informações podem ser consultadas no site oficial.

Quanto aos bilhetes para o MIL – Lisbon International Music Network, já os podem adquirir no site oficial, existindo várias modalidades. O Pro ticket custa 70€ até final do ano e dá acesso ao programa PRO, ao espetáculo de abertura e aos concertos.

Existe ainda o Gold Festival Ticket que, por 35€, dá acesso ao eseptáculo de abertura, aos concertos e a uma tote bag do MIL. O bilhete mais modesto, o Festival Ticket, dá acesso aos concertos nos dias 26 e 27 de março. Custa 25€.

Recordem, aqui, a nossa mini-reportagem à edição do ano passado do festival.

Fonte:MIL
- Publicidade -

Sigam-nos

10,558FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
610SeguidoresSeguir

Relacionados

4.ª edição do Soam as Guitarras realiza-se entre setembro e dezembro deste ano e em abril de 2021

Já a cidade de Évora ainda não divulgou a sua parte da programação do festival.

Governo prolonga Estado de Calamidade em 15 freguesias de cinco concelhos da Área Metropolitana de Lisboa

Tudo isto devido ao elevado número de novos casos de Covid-19 nas últimas semanas.

Yann Tiersen, Lionel Richie e Herbie Hancock reconfirmados no EDP Cool Jazz

São os três primeiros nomes garantidos para a edição do próximo ano.
- Publicidade -

Mais Recentes

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Crítica – The King Of Staten Island

The King Of Staten Island emprega uma fórmula muito conhecida (e demasiado utilizada) que se estende em demasia, mas Judd Apatow equilibra-a com um sentido de humor negro com a ajuda dos seus co-argumentistas.

Análise – Mr. Driller DrillLand

Uma remasterização do clássico de 2002 que pouco adiciona ao original no que toca a conteúdos.