Mercadona retira pimentão doce das lojas por suspeitas de conter salmonela

A informação foi avançada pelas autoridades de saúde de Aragão.

pimentão doce
- Publicidade -

Depois de, em outubro, ter pedido aos clientes que devolvessem a cerveja Especialidades 1897 Sabor a Tequila de alguns lotes em específico por apresentar um defeito na garrafa que, ao abrir, poderá provocar estilhaços de vidro, eis que a Mercadona retira outro produto das prateleiras das suas lojas.

E não podia ser algo mais diferente, uma vez que o produto em questão é uma embalagem de Pimentão Doce de La Vera Hacendado. E o problema aqui é um pouco diferente, até porque, segundo informação das autoridades de saúde de Aragão, o Lote L150719 e data de consumo de preferência antes de 10/2021 pode conter salmonela.

A Mercadona refere que, e embora de acordo com as análises que dispõe, o produto em questão esteja em perfeitas condições, procedeu à retirada de forma imediata e por princípio de precaução de todo o produto dos seus supermercados até à resolução definitiva do caso.

A cadeia espanhola informa os clientes que tenham comprado este pimentão doce que podem devolvê-lo na loja mais próxima para que o respetivo reembolso seja efetuado.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Mercadona acaba com os sacos de plástico de uso único

Era uma das ações incluídas na Estratégia 6.25.

Mercadona abre supermercado em Campanhã

A empresa espanhola já tem 20 supermercados em Portugal.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

A Vida do Sousa. Série protagonizada por Hugo Sousa chegou ao YouTube

Uma excelente oportunidade para quem não conseguiu ver a série na SIC Radical.

Lisboa Comedy Club ganha uma segunda vida

Para já, e enquanto não é possível receber público, podem alugar espetáculos e mandar vir hambúrgueres através do Uber Eats.

Neowintech – Um marketplace de última geração para as vossas finanças

Costuma dizer-se que a mudança é a única constante no mundo, e as coisas parecem ser mesmo assim.