Mercadona pede aos clientes que devolvam garrafa de cerveja devido a defeito que pode provocar estilhaços de vidro

Se adquiriram um dos lotes em questão, deverão devolver na loja mais próxima para o respetivo reembolso.

garrafa de cerveja
- Publicidade -

Volta e meia, é algo que acontece. Já tínhamos abordado situações com outras cadeias de supermercado, como Continente e Pingo Doce, mas é a primeira vez que reparamos que acontece com um produto à venda nas lojas Mercadona.

A empresa está a pedir aos clientes que devolvam a cerveja Especialidades 1897 Sabor a Tequila devido a um defeito na garrafa que, ao abrir, poderá provocar estilhaços de vidro.

Se adquiriram o produto, tenha em atenção que as garrafas com este defeito são as que têm data de consumo de preferência antes de 15/10/2021, 21/10/2021, 10/11/2021 e 16/12/2021.

A Mercadona não só retirou esta garrafa de cerveja dos seus estabelecimentos, como pede aos clientes que devolvam o produto na loja mais próxima para o respetivo reembolso.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

A nova cerveja da Lagunitas é perfeita para beber a qualquer hora do dia

Uma IPA – India Pale Ale... que se bebe como uma Lager.

Nova solução da Carlsberg elimina o plástico das latas de cerveja

Depois de uma nova imagem, uma novidade relacionada com o meio-ambiente.

Mercadona passa a vender as suas pizzas em embalagens com plástico reciclado e reciclável

A cadeia espanhola está a levar a cabo a sua Estratégia 6.25 para a redução de plástico e a gestão dos resíduos e investirá neste plano mais de 140 milhões de euros até 2025.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Época balnear 2021. Eis as regras definidas pelo Governo

Comer bolas de Berlim? Sim. Mas jogar raquetes não é permitido.

Museu da Lourinhã ganha versão digital com a ajuda da Vodafone

O Museu Digital da Lourinhã dispõe, a partir de hoje, de um conjunto de soluções de Realidade Virtual.

Santuário do Cabo Espichel transforma-se em projeto com vocação turística

O imóvel está classificado de interesse público desde 1950, beneficiando, ainda, de uma Zona Especial de Proteção.