Antigo edifício dos CTT em Lisboa pode tornar-se no maior hostel do país

A pretensão é do Clink Hostel Group, grupo irlandês com uma rede de hostels em várias cidades europeias.

Antigo edifício dos CTT em Lisboa - maior hostel do país
- Publicidade -

Foi em dezembro de 2018 que surgiu a notícia: a antiga loja dos CTT – Correios de Portugal na Rua da Palma, um edifício com cerca de 4.500 metros quadrados, fora vendida ao Clink Hostel Group por 10,3 milhões de euros. Na altura, o grupo irlandês já tinha pretensões de transformar o edifício no “maior hostel de Portugal”, mas, desde então, não tivemos muito mais desenvolvimentos sobre o caso, isto porque, apesar do projeto ter licença para habitação, tendo sido posteriormente alterado para alojamento local (AL), está a aguardar há cerca de um ano por aprovação na Câmara Municipal de Lisboa.

Mas eis que nos chegam mais detalhes. O hostel a ser construído em Lisboa, reabilitando o antigo edifício dos CTT, pretende ter cerca de 750 camas, sendo constituído por dois corpos estruturais, um com três e outro com quatro andares, unidos por um logradouro. O imóvel tem uma área bruta de 4.401 m2, com capacidade de se tornar num polo de desenvolvimento junto das comunidades.

O projeto, à semelhança do que já é feito em outras cidades pelo mesmo grupo, pretende ter uma componente diferenciadora, fazendo com que este espaço seja um palco para quem lá fique, tendo ainda a intenção de apoiar as comunidades locais ajudando quem mais precisa.

Todos os hostels do Clink Group agregam um conceito de reabilitação de imóveis em zonas históricas, que abrangem um novo paradigma da intervenção na reabilitação ao nível do alojamento local e da interligação com a comunidade. O objetivo é fazer parte integrante da comunidade onde se vão inserindo, situação que já acontece por exemplo em Amesterdão.

O Clink Group prevê criar cerca de 90 postos de trabalho e prevê que as receitas para a cidade sejam na ordem dos sete milhões de euros, por ano.

Se este investimento, na ordem dos 25 milhões de euros, se revelar um sucesso, o Clink Grupo prevê atuar também na cidade do Porto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Já é possível receber encomendas de até 25kg da IKEA nas lojas da rede CTT

Um reforço de uma parceria com o foco na acessibilidade e maior comodidade para os clientes.

CTT e Quercus plantam 8.000 árvores na Mata Nacional de Leiria

E para além da plantação, há um passatempo a decorrer no perfil dos CTT no Instagram.

CTT passam a apostar na montagem de móveis e grandes eletrodomésticos

Mas este é um serviço somente disponível para clientes empresariais.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Época balnear 2021. Eis as regras definidas pelo Governo

Comer bolas de Berlim? Sim. Mas jogar raquetes não é permitido.

Museu da Lourinhã ganha versão digital com a ajuda da Vodafone

O Museu Digital da Lourinhã dispõe, a partir de hoje, de um conjunto de soluções de Realidade Virtual.

Santuário do Cabo Espichel transforma-se em projeto com vocação turística

O imóvel está classificado de interesse público desde 1950, beneficiando, ainda, de uma Zona Especial de Proteção.