Maia é o primeiro município do país a indexar tarifa à produção de resíduos

Até ao final do ano, os munícipes abrangidos vão conseguir perceber a diferença entre a fatura atual, indexada ao consumo de água, e a fatura virtual, que vão passar a receber, que revelará a tarifa que pagariam calculada através do novo modelo.

recicle mais, pague menos
- Publicidade -

O Município da Maia é o primeiro do país a indexar a tarifa de pagamento da gestão de resíduos indiferenciados à sua produção. O projeto recicle mais, pague menos arranca em maio e abrange na primeira fase 3.500 fogos e perto de 10.000 pessoas.

Com este projeto pioneiro a nível nacional, os munícipes da Maia passarão a pagar o valor justo pelos resíduos que colocam no contentor do indiferenciado, o que significa que, quanto mais reciclarem, menos pagam.

Em todo o país, quanto mais se gasta de água, mais se paga pela gestão dos resíduos. Na Maia, quanto mais se reciclar, menos se pagará. Não só o modelo tarifário é mais justo, como se incentiva a reciclagem e a utilização dos ecocentros.

Até ao final do ano, os munícipes abrangidos vão conseguir perceber a diferença entre a fatura atual, indexada ao consumo de água, e a fatura virtual, que vão passar a receber, que revelará a tarifa que pagariam calculada através do novo modelo. No início de 2022, o novo método de cálculo tarifário entrará efetivamente em vigor para 3500 habitações, cerca de 10.000 pessoas. Até ao final de 2024, o sistema deverá abranger todos os munícipes.

Durante a primeira fase, que permitirá aos consumidores controlar e perceber como a sua mudança de hábitos de reciclagem pode influenciar a sua fatura de tratamento de resíduos, a Maiambiente irá destinar a instituições de solidariedade a diferença entre a tarifa efetivamente cobrada e a tarifa que resultaria do novo método de cálculo.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

O maior hub de carregamento público para veículos elétricos está instalado na Maia

Surge de uma parceria entre a EDP Comercial e a Câmara da Maia.

Cascais já tem máquinas que dão prémios em troca de embalagens de bebidas

São 10 as máquinas disponíveis que podem dar prémios ou experiências como visitas a museus, escovas de dentes em bambu, entre outros.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

La Roche-Posay lança primeiro protetor solar que integra cartão na produção da sua embalagem

Para reduzir em 45% o uso de plástico virgem (quando comparado com a média de embalagens do mercado).

Há novos donuts Kit Kat à venda no Continente por tempo limitado

Uma versão que não vão encontrar noutros super e hipermercados.

Vacinação para maiores de 18 anos arranca a 4 de julho

A vacina é uma ferramenta fundamental para combatermos a pandemia.