Love Death + Robots regressa com um segundo volume de curtas

A antologia de curtas animadas produzida por Tim Miller e David Fincher regressa já em maio.

- Publicidade -

Depois de uma explosiva, frenética e violenta primeira temporada composta por incríveis curtas de animação (e algum live-action), Love Death and Robots está de volta com um novo volume para conhecermos no dia 14 de maio.

Produzida pelos veteranos realizadores e animadores Tim Miller, David Fincher, Jennifer Miller e Joshua Donen, Love Death + Robots promete uma jornada entre diferentes mundos, histórias e visões, com elementos que fazem justiça ao nome da série: romances, violência e ficção científica.

O novo trailer apresenta um tom bem diferente daquele que tivemos a primeira vez, trocando agressividade sensorial por um algo mais mágico e fantástico, mas não coloca de parte imagens violentas e provocantes, algo que faz parte da experiência de Love Death + Robots.

O novo volume promete-nos histórias de vingança, gigantes nus, demónios natalícios e robôs renegados já no dia 14 de maio, na Netflix.

Fonte:Netflix
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Dune promete ser o filme mais épico do ano com o seu novo trailer

O novo filme de Denis Villeneuve estreia nos cinemas nacionais a 14 de outubro.

Turning Red, o novo filme original da Pixar, recebe um primeiro trailer adorável

A Disney e a Pixar podem ter uma nova mascote com o Panda Vermelho de Turning Red.

Deathloop recebeu um novo olhar durante o State of Play

10 minutos de ação pelas ruas de Blackreef.

Conhece algumas novidades de The Legend of Zelda: Skyward Sword HD

O novo vídeo da remasterização de Skyward Sword foca-se nas opções de qualidade de vida.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Streamings da RTP2 e RTP3 passam finalmente para HD

Não, não é Full HD, mas tudo é melhor que o SD.

NOS Wi-Fi vai ser descontinuado em agosto

Estavam a contar com o serviço quando fossem de férias para aceder à Internet? É melhor pensarem em alternativas.