Lojas Pingo Doce já não vão abrir de madrugada

Quase parece uma brincadeira de mau gosto.

Cotonetes de papel
- Publicidade -

Ontem, o Pingo Doce chocou boa parte dos portugueses quando anunciou que iria abrir as suas lojas a partir das 6h30 durante os próximos fins de semana. Porém, muitos ficaram confusos: afinal, e sendo uma das exceções da proibição de circulação a possibilidade de ir ao supermercado, qual a lógica de abrir as lojas de madrugada?

Segundo o grupo Jerónimo Martins, o objetivo era “contribuir para evitar a concentração de pessoas nas lojas no período da manhã”. Porém, e como seria de esperar, a decisão já se tornou polémica, até porque não existe qualquer compensação financeira para os funcionários.

Agora, e numa altura em que as câmaras municipais de Lisboa e Cascais já tinham proibido a abertura do comércio às 6h30, eis que é o próprio Pingo Doce a voltar atrás na decisão.

“A intenção do Pingo Doce ao decidir antecipar a abertura da maioria das suas lojas no próximo fim-de-semana era a de contribuir para evitar a concentração de clientes no período da manhã, facilitando o desfasamento das visitas numa altura em que a situação epidemiológica no país aconselha toda a prudência”, refere a Jerónimo Martins em comunicado.

“Face às múltiplas interpretações, também de implicação política, que têm vindo a ser feitas e veiculadas ao longo das últimas horas e ao nível da discussão pública gerada, o Pingo Doce informa que os horários habituais das suas lojas se manterão inalterados.”

Portanto, as lojas Pingo Doce já não irão abrir de madrugada durante os próximos fins-de-semana.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes