Trajeto Lisboa-Madrid já pode ser feito em nove horas de comboio

- Publicidade -

Tudo graças a mais uma circulação diária entre o Entroncamento e Badajoz, resultando da necessidade de apanhar não quatro, mas três comboios.

Desde março de 2020 que deixou de existir o comboio noturno que ligava Lisboa e Madrid. Tudo porque esta ligação gerava prejuízos anuais de dois milhões de euros, daí a Renfe ter decidido suspender a circulação do Lusitânia.

Não deixa de ser algo absurdo não existir uma ligação de alta velocidade entre as duas cidades. Afinal de contas, falamos de duas capitais europeias, mas quando os respetivos governos não se entendem, quem acaba por sofrer as consequências são mesmo os utentes.

Mas as coisas prometem mudar em breve. Em 2023, quando estiver concluído o troço entre Évora e Elvas, a viagem entre as duas capitais ibéricas demorará cinco horas a ser concluída. Mas enquanto isso não acontece, temos agora outra solução, embora muito mais demorada.

Desde este domingo, dia 9 de outubro, a viagem entre Lisboa e Madrid passa a ser feita num total de oito horas e 48 minutos. Tudo porque serão necessários três, em vez de quatro, comboios para ir de um país ao outro. Basicamente, a oferta na Linha do Leste foi reforçada, neste caso no trajeto Entroncamento-Badajoz, em que passaram a realizar-se, diariamente, dois comboios em cada sentido.

Neste caso, a viagem começa no Intercidades a partir de Santa Apolónia, que leva os passageiros até ao Entroncamento. Da cidade dos fenómenos, é necessário apanhar o comboio regional até Badajoz, sendo que têm comboio às 9h28 e às 13h26. Já em território espanhol, há que seguir viagem no Intercity da Renfe, até chegar à estação de Madrid-Chamartín.

Podem consultar aqui os novos horários.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes