LastPass não vai deixar que os utilizadores usem o serviço em simultâneo em smartphones ou PCs

Ou escolhem um ou outro. Isto na versão grátis, claro.

LastPass
- Publicidade -

Fazem parte dos milhões de utilizadores que utilizam a versão gratuita do LastPass tanto nos dispositivos móveis, como no PC? Preparem-se, pois em março chega uma novidade que não vos vai agradar.

A partir de 16 de março, quem utilizar a versão gratuita do serviço terá de optar por utilizar o mesmo ou em dispositivos móveis ou no PC. Quer isto dizer que, a partir dessa data, e contrariamente ao que tem acontecido até aqui, não será possível utilizar o serviço em diferentes equipamentos.

Portanto, ou utilizam em smartphones, tablets, smartwatches e afins ou, então, optam por utilizar no Windows, macOS ou Linux. Terão é de optar por uma das duas hipóteses. Imaginando que fazem login num sistema Windows, mas depois tentarem utilizar no smartphone, tal não será possível, pois o acesso é bloqueado.

Nesta “nova” versão gratuita do LastPass, os utilizadores poderão alterar o tipo de dispositivo onde querem utilizar a plataforma num máximo de três vezes. Adicionalmente, se se quiserem manter no plano grátis, saibam que também perdem acesso ao suporte técnico via email.

Esta alteração visa, naturalmente, levar os utilizadores a migrarem para uma das opções pagas do LastPass. Utilizadores individuais têm dois planos à disposição: o Premium que custa 2,90€/mês, e o Families, que fornece seis licenças premium por 3,90€/mês.

Para empresas, há o MFA (2,90€/mês), Teams (recomendado para equipas de até 50 pessoas, custando 3,90€/mês por utilizador), Enterprise (quantidade ilimitada de utilizadores, 5,70€/mês por utilizador) e Identity (7,50€/mês por utilizador).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Chaos Walking

Chaos Walking irá terminar como um dos filmes mais dececionantes e frustrantes do ano. Mais um para a lista de "filmes com conceitos inovadores e interessantes que não conseguem alcançar metade do seu potencial".

EatTasty acaba de ficar disponível no Porto

Disponível tanto ao almoço como ao jantar.