KLM é a primeira companhia aérea do mundo a produzir ferramentas a partir de garrafas PET

Estão a ver aquelas garrafas que pedimos a bordo dos aviões e que, depois, damos aos tripulantes de cabine para colocarem no lixo? Pois bem, neste caso, as garrafas PET são entregues a uma empresa de reciclagem, que as converte em grânulos de plástico de alta qualidade, o principal material do filamento.

- Publicidade -

As toneladas de garrafas de plástico que são retiradas todos os anos dos aviões no aeroporto Schiphol de Amesterdão são, assim, transformadas nesse filamento. Anteriormente, a KLM Royal Dutch Airlines comprava este material a fornecedores externos.

Com esta forma de atuar, a KLM é a primeira companhia aérea do mundo a reciclar garrafas PET para produzir ferramentas de reparação e manutenção das suas aeronaves. Na prática, isto significa que uma garrafa de água vazia pode acabar como parte de um equipamento impresso em 3D, poupando tempo e dinheiro à Engineering & Maintenance (E&M).

Atualmente, a E&M utiliza diariamente cerca de 1,5 kg de filamento de alta qualidade. Dado que, agora, a KLM fornece garrafas PET como matéria-prima, o custo desse filamento caiu de 60 EUR/kg para apenas 17 EUR/kg. Ao trabalhar com a empresa de reciclagem Morssinkhof Rymoplast e o fabricante de filamentos Reflow, a KLM consegue assim não ser apenas inovadora no uso da impressão 3D, mas também tornar o processo circular.

Com isto, o objetivo da companhia aérea é o de reduzir o volume dos seus resíduos em 50% em 2030 – face aos níveis de 2011.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Mercadona passa a vender as suas pizzas em embalagens com plástico reciclado e reciclável

A cadeia espanhola está a levar a cabo a sua Estratégia 6.25 para a redução de plástico e a gestão dos resíduos e investirá neste plano mais de 140 milhões de euros até 2025.

Projeto TransforMAR permitiu recolher mais de 47 toneladas de plástico das praias portuguesas

O plástico recolhido foi convertido em donativos monetários para apoiar 15 IPSS selecionadas pelas autarquias que acolheram o projeto.

Continente incorpora 25% de plástico reciclado nas garrafas de água de marca própria

Tal vai permitir poupar 400 toneladas de plástico virgem por ano.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Chegou o primeiro gin de flor de cânhamo português

A par do gin, a marca O Benefício lança também os seus primeiros NFTs numa peça visual musical de 700 segundos.

Este e-book vai ajudar a escolher uma licenciatura

Procuram um curso para construir uma carreira de sonho? Então é melhor terem uma ajudinha.

miio Pay. Nova funcionalidade permite pagamentos ocasionais, sem contrato, para o carregamento de veículos elétricos na rede pública

Ou seja, não pressupõe a existência de um cartão de carregamento físico, de um contrato ou a adesão a um serviço.