Kapten chegou finalmente ao Porto!

Lembram-se quando, em fevereiro, a Chauffeur Privé mudou de nome para Kapten, com o objetivo de também se expandir para o Porto? Pois é, finalmente aconteceu. Agora também os portuenses vão poder usar os serviços da Kapten, plataforma que alega ter as tarifas mais baixas do mercado.

No Porto, tudo se mantém igual até aqui. Há um preço mínimo de 2.5€ por viagem e um tempo médio de espera por motorista que ronda os cinco minutos. Claro, pode ser sempre inferior ou superior, dependendo do sítio onde se encontram e se existe, ou não, motoristas por perto.

Além disso, não importa o estado do trânsito nem o itinerário escolhido. O preço permanece o mesmo. Ou seja, o preço que vos aparece na app será o preço final a pagar.






Adicionalmente, existem ainda um programa de recompensas, em que, por cada viagem, ganham x pontos dependendo do vosso nível de cliente. Caso realizem umas quantas viagens, terão depois uma grátis para um sítio à escolha (onde a Kapten opere, claro).

Kapten oferece descontos de 50% até final do mês

É verdade. Além de se lançar no Norte com cerca de 1000 motoristas nesta fase inicial, há também um desconto, para todos os passageiros, de 50% em viagens efetuadas até final do mês, dia 30 de junho.

Aliás, falando em viagens, caso queiram aproveitar um desconto adicional de 3€ nas vossas primeiras quatro viagens no Porto, basta que insiram o código ALELOP49.

Fundada em 2012, em França, a Kapten conta atualmente com mais de 20 mil motoristas e dois milhões de utilizadores. No mercado português, a Kapten conta atualmente com mais de 3 mil motoristas, servindo as cidades de Lisboa, Vila Franca de Xira, Mafra, Ericeira e, mais a sul, Barreiro, Alcochete, Montijo, Sesimbra, Setúbal e, agora, Porto.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,454FansCurti
4,046SeguidoresSeguir
531SeguidoresSeguir

Relacionados

Clientes Kapten prestes a serem migrados para a Free Now

Depois dos motoristas, vai chegar a vez dos clientes.

Aviões sem lotação de passageiros reduzida a partir de junho

A partir do dia 1 de junho, o transporte aéreo deixará de estar limitado a uma lotação de passageiros de 2/3.
- Publicidade -

Mais Recentes

Os Tradutores é o destaque no regresso dos cinemas portugueses

Pouco a pouco voltamos à normalidade. Os cinemas já têm autorização para abrir, mas são poucos os que o fazem já esta semana.

eDreams ODIGEO lança funcionalidade que permite identificar o momento mais económico para reservar voos

Os viajantes podem acompanhar as melhores opções de voos para viajar na era pós-COVID-19, comparando os preços atuais com os valores médios de há um ano.