IZANAGI, o novo restaurante de gastronomia original japonesa em Lisboa

Na origem do arquipélago do Japão está Izanagi, o deus criador do mundo, das coisas e das restantes divindades da mitologia japonesa. Daí ter sido esta a escolha para o nome deste novo e irreverente restaurante de gastronomia japonesa. A assinatura é do chef Daniel Rente, um dos mais conceituados sushimen portugueses.

- Publicidade -

IZANAGI, o novo projeto do grupo SushiCafé segue o caminho da descentralização. Localizado na zona das Docas, em Alcântara, de frente para o rio e com a brisa do Tejo a fazer-se sentir, este restaurante japonês lidera um movimento para revitalizar esta zona da cidade, com cerca de 60 lugares, entre um interior cool e a convidativa esplanada à beira-rio.

Determinado a desmistificar a ideia pré-concebida do que é um restaurante japonês, aqui o sushi e o ramen passam para segundo plano. O IZANAGI quebra todas as regras a que nos habituámos nos “japoneses” ao servir, como evidencia o chef, “uma oferta gastronómica genuína, que vai à base do que os japoneses comem não só em restaurantes, como em suas casas, na rua, nas “tascas” japonesas, nos mercados, nas feiras…” Isso mesmo: petiscos e comida de partilha, numa oferta única em Lisboa, que corta com o óbvio.

As propostas do chef Daniel Rente são de confeção simples, mas intensas no sabor.A originalidade do IZANAGI inicia-se com os snacks e saladas: Tori karaage (asas de frango panadas com aioli, 5€), Hamachi (fatias de lírio com azeite de trufa, 8,50€), Somen Salad (salada de massa fina e fria com pepino, porco fumado, tomate cherry, Portobello e enoki, 8,50€) e Horenso No Goma Ae (espinafres frescos com molho de sésamo, 6€), entre outras tantas opções, ótimos pontos de partida, e de partilha.

No capítulo Robatayaki – pratos grelhados no carvão –, o Miso cod (bacalhau grelhado com molho amai miso, 12€), é uma das especialidades, ao lado da Buta bara (barriga de porco grelhada com molho BBQ, 4€), ou do Tuna (atum grelhado com teriyaki e cebolinho, 8,50€). Qualquer um destes pratos pode ser acompanhado por New potato (batatinha nova com orégãos e alho, 3€), ou Izanagi coleslaw (salada de couve com maionese de wasabi, wasabi peas e cherry assado, 3€), servidos à parte.

As propostas de Teppanyaki (grelhados na chapa) são as únicas que incluem acompanhamento. É possível escolher entre Gyu (naco de carne grelhado na chapa, chips de alho, batata doce frita e aioli, 16€), Ebi (camarões grelhados na chapa, legumes, batata doce frita e aioli, 14,80€) e Tori (frango de campo grelhado, legumes, chips de alho, batata doce frita e aioli, 9,50€).

Mais tradicional que o Okonomiyaki não há. A famosa panqueca nipónica (também há quem se refira a este prato como pizza japonesa, graças ao formato) lança-se à conquista dos gostos portugueses e, no IZANAGI, é servida com legumes, camarão e queijo, de nome Ebi Cheese (13,25€); ou com legumes, calamares e camarão seco, a Hot Calamari (11,50€).

As propostas de sushi vão estar sempre dependentes da sazonalidade dos peixes nacionais, do atum à corvina. Mais: aqui também o arroz tem um sabor alternativo, graças à receita única que lhe junta um preparado enzimático e o torna mais brilhante e saboroso.

E para quem não dispensa a sobremesa, o Miso cheesecake (cheesecake com caramelo de miso e gelado de maçã verde, 4,50€) e a Freaky Asian Banana (tempura de banana, gelado de baunilha, caramelo de miso, chantilly e m&m’s, 4,50€), são quase criminosas – matam-nos de prazer.

Para começar, acompanhar a refeição ou apenas para brindar, o IZANAGI também inova com os cocktails criados por Ben, o chefe de bar, que transporta alguns dos ingredientes que Daniel Rente coloca nos pratos para os copos de cocktails. “O Meron (6,50€), que significa melão em japonês, tem uma abertura de midori, em que adicionamos vodka e limão, que o deixa muito fresco e aberto”, explica. E continua: “Quanto ao Chotto Matte (7€), o sabor é puramente terra, é um cocktail super seco”.

O cocktail de assinatura, o Izanagi Spicy Mule (7€), “tem sido o mais falado até agora. Inclui uma infusão de sake e vodka, tougarashi, ginger beer, limão, pepino e um pouco de coentros”. E, em breve, vem aí a Sangria Izanagi, que, tal como todas as outras ofertas no IZANAGI, irá surpreender: “Vai ser diferente de tudo, com young coconut vindo da Tailândia e vagem de baunilha. Vai ser muito perfumada e aberta”.

Para quem quiser fugir ao álcool, pode optar por um mocktail, como o Ginger Basil-Spritzer (4,50€), ou o Matcha Detox (5€). E até a limonada se chama Yuzonada, já que o limão é aqui substituído pelo cítrico japonês Yuzu.

O IZANAGI está aberto todos os dias, das 12h30 às 23h30, e as reservas devem ser feitas ligando para o 910 851 920.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Pizza Gira. A nova pizzaria lisboeta aposta em ingredientes biológicos

Cada detalhe na Pizza Gira foi cuidadosamente pensado.

Restaurante Mito, no Porto, lança app para encomendas online

Uma solução para estes tempos de confinamento.

Queluz já tem um restaurante Burger King

É o primeiro estabelecimento Burger King a ser inaugurado em 2021.

Setúbal vai contar com um novo restaurante La Picanha em breve

A abertura acontecerá assim que o Governo permitir que os restaurantes possam receber novamente os clientes.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Conhecidos todos os finalistas do Festival da Canção 2021

Das 10 canções finalistas, uma será escolhida como a representante portuguesa no Festival Eurovisão.

Anunciada série sobre a vida de Mike Tyson

Entretanto, o pugilista já veio pedir boicote a esta nova produção.