instax mini Link é a nova impressora para smartphones da Fujifilm

Não é a primeira vez que falamos aqui das criações da Fujifilm, nem tampouco será a última. A mais recente novidade dá pelo nome de instax mini Link, que, além de trazer todas as funcionalidades da Série instax, conta com novas e exclusivas funções para partilhar com amigos. Aliás, daí o nome “Link”.

Quais são as novidades desta instax Mini Link?

- Publicidade -

Bom, começar por dizer que esta é uma impressora indicada não só para mulheres entre os 16 e os 35 anos, mas também para homens adeptos de tecnologia com idades compreendidas entre os 19 e os 39 anos, bem como para mães entre os 30 e os 50 anos. Essencialmente, pretende-se com esta impressora não só guardar momentos, mas também oferecer fotografias.

Além de ser uma impressora compacta, a instax mini Link é também leve e fácil de transportar – muito ajuda o seu peso de apenas 200gr.

Porém, além do seu peso e tamanho, as grandes novidades estão relacionadas com o software. A saber:

  • Video Print – Serve para imprimir um momento importante de um vídeo. Basta deslizar pelas imagens do vídeo, seja pela esquerda ou direita, e escolher a melhor imagem;
  • Match Test – Analise a compatibilidade com um amigo ou alguém especial através de um questionário, dando depois a resposta através de uma fotografia;
  • Party Print – Permite que um máximo de cinco pessoas se liguem à instax mini Link, criando uma única foto a partir de cinco imagens diferentes. Além disso, o Surprise Mode faz com que não se saiba quais as imagens escolhidas pelos outros utilizadores.

Outra novidade interessante da instax mini Link é o facto de esta possuir um sensor de movimento. Na prática, isto significa que a impressora pode ser utilizada como um controlo remoto para o nosso smartphone. Para isso, basta ligarmos a máquina ao nosso equipamento via Bluetooth, utilizar a app e, a partir daí, podemos não só aumentar ou diminuir o zoom (basta girar para a impressora para cima ou para baixo), como tirar uma foto de um grupo de pessoas.

A instax mini Link também permite a reimpressão da foto. Basta manter a saída da impressão voltada para baixo e pressionar o botão no centro, bem como transferir a foto para a impressora deslizando para cima na app (fazendo deslizar o dedo para cima no botão do ecrã).

Claro, esta impressora também serve para aquelas fotos que temos guardadas no smartphone há muito tempo, mas que nunca imprimimos. A app FUJIFILM Camera Remote suporta imagens em JPEG, PNG e HEIF e, antes de colocarmos em modo de impressão, podemos modificar parâmetros da imagem, como aumentar/diminuir, girar, aplicar um filtro ou ajustar a luminosidade antes da impressão. No final, a foto fica impressa em apenas 12 segundos.

Para que possam imprimir, devem adquirir um pack de 10 fotos de Película instantânea FUJIFILM INSTAX Mini. As imagens ficam com um tamanho de 62mm x 46mm.

Disponível nas cores Dusty Pink, Ash White e Dark Denim, a instax mini Link fica disponível ainda este mês por 119€.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Fujifilm lança este mês a instax mini 40, uma nova câmara instantânea analógica

O design? É intemporal e clássico. A instax mini 40 estará à venda ainda este mês por 99,99€.

Instax mini LiPlay é a câmara mais compacta e mais leve da série. E até faz “fotos com som”

É verdade. Chama-se instax mini LiPlay e é a nova câmara instantânea da Fujifilm. É híbrida, compacta e leve,...

Fujifilm abre a primeira Wonder Photo Shop em Portugal

Após o sucesso da primeira loja aberta em Tóquio, em fevereiro de 2014, e de muitas outras lojas na...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Pingo Doce chega pela primeira vez aos Açores

O sortido do espaço conta com muitos produtos regionais, fruto das parcerias feitas com 129 fornecedores dos Açores.

Continente abre primeira loja em Gouveia

Continua a expansão da marca da Sonae.

Lagoa dos Salgados será classificada como área protegida de âmbito nacional

Há 21 anos que, em Portugal, não era classificada nenhuma área protegida de interesse nacional.