Iniciativa Vizinho Amigo está de volta ao ativo

O projeto solidário surgiu em março e, agora, volta a aparecer perante o recente aumento de casos pandémicos.

iniciativa Vizinho Amigo
- Publicidade -

Os portugueses não estão a facilitar e o aumento de casos de COVID-19 nos últimos dias é notório, estando os números bastante acima do que aconteceu na chamada primeira vaga.

Na altura, entre imensos projetos e iniciativas, surgiu um que chamou à atenção: Vizinho Amigo. Pois bem, e tendo em conta as atuais medidas e a pensar que o pior ainda está para chegar, este movimento que surgiu em março passado acaba de regressar ao ativo para prestar ajuda aos mais afetados pela pandemia.

O objetivo é promover o voluntariado por parte das faixas etárias mais novas através da prestação de auxílio em vários serviços, como por exemplo as compras de mercearia e farmácia e a entrega nas casas de quem mais precisa, dentro da sua área de residência.

No total, a iniciativa Vizinho Amigo conta já com cerca de 6.000 voluntários e parcerias com várias Juntas de Freguesia em todo o país, bem como inúmeras partilhas por parte dos voluntários e figuras públicas.

O regresso do Vizinho Amigo vem acompanhado com novidades. O novo website permite não só aceder a informações e novidades sobre o projeto, como também possibilita que ajudantes e ajudados se encontrem. Através dele, é possível agora fazer a inscrição para voluntariado, pedir ajuda, fazer uma parceria e fazer um donativo para ajudar a causa.

Foi também criada a Comunidade Vizinho Amigo, um grupo no Facebook onde o objetivo é permitir a comunicação entre voluntários, incentivar discussão de ideias e ferramentas essenciais para que o movimento possa crescer.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Deve-se ou não vacinar os jovens entre os 12 e os 15 anos contra a COVID-19?

Na ótica da Direção-Geral de Saúde, só é recomendável que se vacinem os jovens se eles tiverem comorbilidades associadas, que possam conduzir a uma doença grave ou à morte.

Centro Colombo faz testes gratuitos à COVID-19

O processo está a ser coordenado pelos profissionais de saúde da Farmácia Colombo, que comunica todos os resultados às autoridades competentes.

DGS recomenda realização de testes à COVID-19 em casamentos com mais de 10 pessoas

No caso de eventos de natureza cultural ou desportiva, recomenda-se a testagem sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1.000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

60.000 jovens vão poder fazer um Interrail gratuito já em 2022

Poderão viajar por um período máximo de 30 dias.

Chegou o trailer oficial da 3ª temporada de You

E muita coisa vai acontecer nos novos episódios. Depois das primeiras imagens e da data de estreia da terceira temporada,...

10.ª edição do Open House Lisboa leva-nos a descobrir “Os Caminhos da Água” com várias visitas gratuitas na capital e em Almada

25 e 26 de setembro são as datas do regresso do incontornável fim de semana de visitas gratuitas que desafia a percorrer e a desvendar a cidade através da arquitectura.