IKEA investe 50 milhões de euros para construir novo armazém em Loures

- Publicidade -

Além de novos pontos de contacto físicos, como a abertura de novos estúdios de planificação.

A IKEA continua a crescer em Portugal. Porém, e embora tenha vindo a apostar mais no nosso país em meses recentes graças à abertura de vários estúdios de planificação, a presença da marca sueca em Portugal ainda está muito dependente dos armazéns localizados em Espanha.

Assim, a empresa procurou investir 50 milhões na construção de um novo armazém em Portugal. “Neste momento, o nosso país trabalha com um centro de logística que ainda está em Espanha e nós consideramos que está muito longe daquilo que é o nosso mercado. Nós queremos ser mais eficientes, aumentámos muito o ‘share’ online, e quanto mais próximos estamos dos clientes, melhor a experiência de compra”, referiu Ricardo Pereira, CFO e vice-diretor da IKEA Portugal, ao Jornal de Negócios.

Essencialmente, a maior parte do investimento destina-se à construção de um grande pavilhão em Loures, que permitirá libertar a IKEA Portugal da dependência do armazém de Espanha. Na verdade, a parte de baixo do grande armazém de Loures já está a funcionar, mas a obra só deverá mesmo estar finalizada no final de 2023.

Os 50 milhões de euros servem ainda para outros pequenos investimentos na secção de logística das outras lojas, como é o caso de Alfragide, em que todas as prateleiras do armazém foram substituídas, resultando em melhores condições de trabalho para os funcionários.

De resto, sobra ainda algum valor para a abertura de novos Estúdios de Planificação, naqueles que são pontos de contacto físicos com os clientes. De momento, a IKEA conta com seis destes em Sintra, Cascais, Seixal, Leiria, Coimbra e Setúbal e, em 2023, abrirá o primeiro Estúdio de Planificação em Lisboa.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes