Huawei apresentou oficialmente o novo EMUI 10

Foi no passado dia 9 de agosto, em plena Huawei Developers Conference, que decorreu em Dongguan, na China, que a Huawei apresentou oficialmente o novo EMUI 10. Esta é a interface gráfica que personaliza o Android nos dispositivos móveis da marca chinesa. E agora, mais que nunca, a gigante tecnológica quer que o seu EMUI permita fazer a ligação entre vários equipamentos, bem como entre dispositivos e aplicações.

As novidades do EMUI 10

- Publicidade -

São três as grandes atualizações: design UX, uma experiência enriquecedora e uma forma de utilização mais suave.

Um dos destaques vai para o muito pedido Dark Mode (Modo Escuro), alvo de melhorias a nível de conforto e legibilidade para apps. Desta feita, o modo escuro otimizará o contraste de cores entre textos e fundos escuros, bem como a cor de textos e ícones do sistema.

A tecnologia distribuída (Distributed technology) é outra das novidades, pelo que o EMUI 10 irá suportar chamadas de vídeo em HD entre vários equipamentos. Por exemplo, será possível atender uma chamada diretamente de um auricular, responder a uma videochamada através da TV, enviar um vídeo em tempo real através de um drone… As hipóteses são variadas.



Para que isto seja possível, os recursos de hardware de cada dispositivo necessitam, primeiro, de ser virtualizados. Ou seja, o que um dispositivo é capaz, em termos de exibição, câmara, microfone ou altifalante, não é baseado no equipamento em si, mas sim numa pool de recursos partilhados. Assim, cada dispositivo pode aproveitar as funções necessárias ou os recursos de hardware e partilhar com outros equipamentos.

A Huawei também promete que o EMUI 10 será o mais seguro e eficiente até à data.

Para já, sabe-se que a versão Beta do EMUI 10 será testada internamente com a série Huawei P30 e outros modelos a partir de 8 de setembro, ficando mais tarde disponível para a série Mate 20.

O EMUI 10 estará disponível na próxima geração da série Mate, sendo lançado com esta nova gama de smartphones.  Uma coisa é certa: ainda não é desta que a marca chinesa vai desistir do Android, embora tenha um plano B praticamente pronto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
785SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Startup portuguesa cria solução para dar gorjetas sem ser preciso uma app dedicada

Escusado será dizer que também não é preciso tocar em dinheiro.

Há 11 novos tokens de criptomoedas disponíveis na Revolut

Agora, a oferta é de 21 tokens para todos os utilizadores.

Mercadona passa a vender as suas pizzas em embalagens com plástico reciclado e reciclável

A cadeia espanhola está a levar a cabo a sua Estratégia 6.25 para a redução de plástico e a gestão dos resíduos e investirá neste plano mais de 140 milhões de euros até 2025.