Histórica loja Viúva Lamego fecha portas no final deste mês

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público.

Viúva Lamego
- Publicidade -

A COVID-19 fez mais uma vítima. No final deste mês de abril, a icónica loja Viúva Lamego, situada em Lisboa, no Largo do Intendente, vai encerrar portas após 172 anos de de existência.

Reconhecida e distinguida como Loja com História – um projeto da Câmara Municipal de Lisboa – e com a classificação de imóvel de interesse público, este é um espaço de referência da azulejaria portuguesa. A história da Viúva Lamego permanecerá ligada à icónica fachada do edifício, em azulejo de estilo naïf oitocentista, um exemplo pioneiro no uso do azulejo como meio publicitário.

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público. Com uma forte presença internacional e com colaborações permanentes com artistas, arquitetos e designers de referência, a Viúva Lamego mantém o espírito inovador e de abertura ao mundo, conciliando a preservação do legado com a inovação.

Com o intuito de assegurar o futuro e de responder aos desafios atuais, a marca prepara agora a abertura de uma loja online.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

FNAC faz a reinauguração da sua loja no Norteshopping este fim de semana

E há oportunidades que poderão querer aproveitar.

Há uma nova loja Intermarché em Taveiro, no concelho de Coimbra

Resulta de um investimento de dois milhões de euros.

Continente abriu uma loja onde não existem caixas de pagamento

É tudo automático e com recurso a tecnologia portuguesa.

Lidl reabre loja de Maia-Moreira esta semana

Um espaço moderno e funcional, onde os clientes encontrarão mais conforto para as suas compras diárias e semanais.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

LENNA. Nova marca aposta em sapatos vegan, sustentáveis e feitos em Portugal

Na verdade, trata-se de uma fusão entre alpercatas e ténis. E é bem provável que tenhamos aqui a sensação do verão.