Histórica loja Viúva Lamego fecha portas no final deste mês

- Publicidade -

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público.

Viúva Lamego

A COVID-19 fez mais uma vítima. No final deste mês de abril, a icónica loja Viúva Lamego, situada em Lisboa, no Largo do Intendente, vai encerrar portas após 172 anos de de existência.

Reconhecida e distinguida como Loja com História – um projeto da Câmara Municipal de Lisboa – e com a classificação de imóvel de interesse público, este é um espaço de referência da azulejaria portuguesa. A história da Viúva Lamego permanecerá ligada à icónica fachada do edifício, em azulejo de estilo naïf oitocentista, um exemplo pioneiro no uso do azulejo como meio publicitário.

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público. Com uma forte presença internacional e com colaborações permanentes com artistas, arquitetos e designers de referência, a Viúva Lamego mantém o espírito inovador e de abertura ao mundo, conciliando a preservação do legado com a inovação.

Com o intuito de assegurar o futuro e de responder aos desafios atuais, a marca prepara agora a abertura de uma loja online.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes