Half-Life está de regresso com um novo e completo jogo de realidade virtual

Se 2020 já prometia ser um jogo recheado de jogos incríveis com um remake de Final Fantasy VII, a chegada de Cyberpunk 2077, sequelas de The Last of Us, DOOM e Halo, agora acabou de ficar mais rico.

A Valve está de regresso à produção de jogos de altas produções com um novo jogo da série Half-Life, da qual a comunidade e a indústria dos videojogos já pedia desde 2007, quando saiu Half-Life 2: Episode 2.

Chama-se Half-Life: Alyx e é um novo capítulo completo da série, passado entre o primeiro e o segundo jogo, onde vamos controlar e conhecer melhor Alyx, que acompanhou as aventuras de Gordon Freeman no segundo jogo.

Ainda não é a sequela que os fãs pediam, mas a Valve define este jogo como uma parte importante para série, da qual mostrou interesse em explorar mais no futuro.

Half-Life: Alyx promete ser um jogo especial, não fosse ele também desenhado para ser jogado inteiramente e exclusivamente em plataformas VR, compatível com dispositivos como o Oculus Rift e HTC Vive, para além do Valve Index, da própria produtora.

O anúncio teve direito a um trailer de jogabilidade incrível, onde podemos ver o nível de interação com os ambientes do jogo e também a uma entrevista conduzida por Geoff Keighley à equipa de desenvolvimento, pelo que ficamos a conhecer um pouco mais sobre este regresso ao mundo de Half-Life.

Half-Life: Alyx chega à realidade virtual já em março de 2020.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,558FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
610SeguidoresSeguir

Relacionados

The Last of Us Part II prepara-se para o lançamento com um novo trailer CGI

A PlayStation volta a alimentar a antecipação com mais um fantástico vídeo.

White Lines recebe um último trailer

A próxima aposta do criador de La Casa de Papel estreia já esta semana.
- Publicidade -

Mais Recentes

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Crítica – The King Of Staten Island

The King Of Staten Island emprega uma fórmula muito conhecida (e demasiado utilizada) que se estende em demasia, mas Judd Apatow equilibra-a com um sentido de humor negro com a ajuda dos seus co-argumentistas.

Análise – Mr. Driller DrillLand

Uma remasterização do clássico de 2002 que pouco adiciona ao original no que toca a conteúdos.