Glovo vai, em breve, disponibilizar o serviço a 3/4 da população portuguesa

Vai ser um ano extremamente importante para a Glovo em Portugal.

- Publicidade -

A operar atualmente em 25 países, Portugal foi um dos primeiros países para onde a Glovo se expandiu após a sua criação em 2015. Com liderança em 16 destes países, a Glovo tem como objetivo de se tornar a marca de entregas nº 1 para uma população de mais de 700 milhões de pessoas na Europa, Ásia Central e África.

Joaquín Vázquez, o novo General Manager para Portugal, afirma: “A Glovo está a entrar no quinto ano de operação em Portugal e continua a crescer no país ano após ano – 2021 registou um crescimento superior a 100% em todas as categorias. Queremos diversificar ainda mais os produtos disponíveis na app, pensar fora da caixa e assim cumprir a nossa visão: dar acesso a tudo e a todos a qualquer coisa nas suas cidades.”

“Este ano vai ser extremamente importante para a Glovo em Portugal, estamos ativamente a investir no país, prevemos criar postos de trabalho diretos, bem como aumentar o número de cidades onde estamos atualmente”, acrescenta ainda o responsável.

Para atingir este ambicioso objetivo, a Glovo vai aumentar o investimento em Portugal, com planos para aumentar a equipa local, expandir o serviço para além das 90 cidades atuais e disponibilizar o serviço a 3/4 da população portuguesa.

Recorde-se que, em setembro de 2021, a Glovo anunciou a aquisição do Mercadão e do Lola Market, ambas empresas de entrega de mercearias. Esta operação permitiu à Glovo entrar num novo segmento de consumo e ter uma solução personalizada para as três principais ocasiões de consumo em mercearias: essenciais urgentes, conveniência de acesso rápido e compras planeadas.

Mais recentemente foi anunciada a compra por parte da Delivery Hero de uma posição maioritária da Glovo. A Delivery Hero já era um dos maiores investidores da Glovo e detém, atualmente, cerca de 44% da empresa espanhola, posição que vai crescer para os 83,4%. A confirmação do negócio está pendente de aprovação regulatória em diversos países, incluindo a aprovação de fusão em diversos mercados. É expectável a conclusão do negócio no segundo trimestre deste ano. Após estes procedimentos, e confirmando-se o negócio, a Glovo vai continuar a operar de forma independente, tanto a nível de marca como de plataforma.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Em Lisboa, os serviços da Glovo passam a estar disponíveis 24h/dia

Tudo graças ao supermercado Glovo Express.

Glovo vai ter computadores, pequenos eletrodomésticos e roupa por apenas 1€ na Black Friday

O stock é limitado e apenas os mais astutos e rápidos os vão conseguir encontrar.

Glovo adquire o Mercadão

Esta aquisição vai fortalecer a oferta da Glovo, com um foco maior em compras semanais e planeadas.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Microfone Fifine K658 – O go-to se queres começar no mundo do streaming ou podcasts

É o microfone que precisas para fazer o teu podcast andar para a frente, até porque de lado não capta bem o áudio.

Setúbal vai ganhar, em breve, mais de 2500 lugares de estacionamento gratuito

Uma cidade que bem precisa, tendo em conta a quantidade de parquímetros existentes.