Gelados sem açúcar da Fragoleto estão a chegar a Portugal

Andavam à procura de gelados sem açúcar? Pois bem, a Fragoleto tem a solução. A marca vai fazer chegar ao nosso país gelados saudáveis, sem açúcar refinado. E podem já prová-los no espaço da Fragoleto na Veggie World, que vai decorrer nos dias 25 e 26 de maio, no Páteo da Galé, Praça do Comércio, em Lisboa.

- Publicidade -

Estes gelados “sugar free” estarão disponíveis em bola ou picolé, em sabores como meloa com kiwi, manga com cocô, avelã, menta com chocolate, limão, entre outros. E para perceberem como será a adesão, resolveram escolher o VeggieWorld, evento de alimentação vegan. Nada mais adequado, portanto.

Esta nova opção de gelados sem açúcar vem fazer companhia às opções vegan e sem glúten, já disponíveis na loja da Fragoleto, na Rua da Prata, em Lisboa, e nos principais supermercados biológicos do país.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Intermarché pede aos clientes que devolvam mais gelados e um molho guacamole

Tudo devido à presença de óxido de etileno superior ao limite legal autorizado.

Intermarché pede aos clientes que devolvam alguns gelados devido à presença de óxido de etileno superior ao limite legal

Confirmem se têm algum dos lotes por casa e, se for o caso, devolvam ao Intermarché.

Häagen-Dazs aposta em gelados com álcool no mercado nacional

São dois gelados adaptados de sabores de cocktails.

Fragoleto abre uma nova loja em Alvalade

E já vai fazendo as delícias de quem por lá passa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio da Hungria fica para a história graças a um Alpine e a um Mercedes

O Grande Prémio da Hungria fica marcado por uma primeira volta cujos acontecimentos, proporcionados em grande parte pelo Mercedes nº 77, conseguiram meter 5 pilotos de fora, mas também pela vitória de Esteban Ocon e ainda por termos não um, mas dois carros da Williams nos pontos.

Preparem a carteira: Combustíveis voltam a aumentar de preço já amanhã

Começa a ser um mau hábito, mas os portugueses não conseguem fugir desta realidade.