Novos gelados Continente são à base de aveia e não têm leite nem glúten

E claro, têm também menos açúcar e gorduras, logo são mais saudáveis. Os novos gelados de aveia da marca Continente, ao não terem leite nem glúten, são, também ideais para vegetarianos, vegans e intolerantes ao glúten.

gelados
- Publicidade -

Estes novos gelados fazem parte dos produtos da linha Continente Food Lab, que já falámos aqui, e foram produzidos pela SONAE MC e uma startup portuguesa.

Os gelados de Aveia Continente utilizam OATVITA, um ingrediente à base de aveia fermentada com prébioticos, que permite uma menor adição de açúcar e gordura aos alimentos, conferindo uma textura suave e cremosa e, simultaneamente, mantendo todo o sabor. Também não possuem qualquer tipo de edulcorantes artificiais, mas antes apostam num alto teor de fibra.

Disponíveis em todas as lojas Continente, ou pelo menos naquelas onde os conseguirem encontrar, têm três sabores à escolha: Cacau, Morango e Baunilha. O preço normal de venda ao público é de 1,79€ por cada embalagem de 500ml.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Já se pode receber gelados do Burger King ao domicílio

Acreditam que até agora não era possível?

Santini encerra temporariamente todas as suas lojas em Portugal

O que significa que nem o takeaway ou serviço de delivery irão funcionar.

Os gelados da Halo Top já estão disponíveis em Portugal

Estão disponíveis cinco sabores, todos com 320 a 360kcal por pote.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Chegou o primeiro gin de flor de cânhamo português

A par do gin, a marca O Benefício lança também os seus primeiros NFTs numa peça visual musical de 700 segundos.

Este e-book vai ajudar a escolher uma licenciatura

Procuram um curso para construir uma carreira de sonho? Então é melhor terem uma ajudinha.

miio Pay. Nova funcionalidade permite pagamentos ocasionais, sem contrato, para o carregamento de veículos elétricos na rede pública

Ou seja, não pressupõe a existência de um cartão de carregamento físico, de um contrato ou a adesão a um serviço.