Floating Álvaro. Esta casa está a flutuar no Rio Zêzere

- Publicidade -

A casa está atracada na marina de Álvaro, uma aldeia no concelho de Oleiros.

É entre a imponência do Rio Zêzere e de uma paisagem natural deslumbrante que a aldeia de Álvaro, no concelho de Oleiros, recebe o Floating Álvaro, ou a casa que flutua.

A casa que flutua é a sinergia perfeita entre a sustentabilidade, a paisagem natural e o respeito por toda a história da aldeia. Este projeto surge “pela importância que o Rio Zêzere sempre teve na minha vida. Desde pequeno que venho para aqui pescar. Foi onde criei algumas das memórias mais felizes da minha vida e sempre tive aquele bichinho de fazer alguma coisa que permitisse que todos aqueles que por aqui passam possam experienciar tudo o que a Natureza e a aldeia tem para oferecer”, conta Pedro Castanheira, um dos rostos do projeto.

“Queria que este projeto fosse algo que respeitasse a paisagem natural da aldeia e que, em simultâneo, cuidasse do nosso planeta. O Floating Álvaro foi desenhado com materiais de baixo impacto ambiental, utiliza tecnologia que reduz a pegada ecológica, conta com uma estação de tratamento de águas residuais por lamas ativadas e a embarcação é, ainda alimentada por energias renováveis”, diz o mesmo responsável.

Este é um espaço que serve diferentes propósitos: um recanto romântico, uma casa no meio da natureza para passar dias em família e construir memórias felizes ou uma escapadinha com amigos. Atracado na marina de Álvaro, os meandros do rio Zêzere convidam todos os visitantes a fazer um passeio de barco numa extensão de 30km em águas calmas e relaxantes. Em determinadas alturas do ano podem observar-se ruínas de casas que ficaram submersas pela construção da barragem trazendo ainda mais magia a esta Aldeia de Xisto sem sair de casa.

Preparado de forma a que todos consigam desfrutar ao máximo desta conexão, o Floating Álvaro tem capacidade até seis pessoas, por 130€/noite, e está munido de cozinha equipada, casa de banho e ainda um espaço exterior para passar algumas horas a pescar, a ler ou a relaxar. A estadia pode ser conjugada com um passeio de uma hora pelo rio, por 60€/hora e tem capacidade para 12 pessoas.

Quanto à aldeia de Álvaro, faz parte da Rede das Aldeias de Xisto da qual fazem parte 27 aldeias que se situam no centro de Portugal e que se destacam por se inserirem num território onde as montanhas de Xisto predominam, oferecendo, assim, experiências únicas. Em termos históricos, Álvaro foi uma importante povoação para ordens religiosas, como a Ordem de Malta, que deixou várias marcas da sua presença e um património religioso valioso.

A menos de um quilómetro do Floating Álvaro pode visitar-se o Circuito de Capelas, onde verdadeiras manifestações de arte sacra, como pinturas e artefactos singulares, imagens do Senhor dos Passos, um Sacrário Renascentista ou um Cristo morto com as Santas Mulheres e S. João Evangelista, foram deixadas ao longo da História da aldeia.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes