Filmin aposta em séries e filmes portugueses e vai ter uma versão digital da Festa do Cinema Italiano

Nestes dias em que temos tudo praticamente encerrado, entre museus e cinemas, sem esquecer, claro, as dezenas e dezenas de eventos presenciais cancelados, o nosso escape vai para as séries e filmes em streaming. E além da Netflix, HBO e Amazon Video, há também a Filmin, que se dedica ao cinema independente e de autor.

Pois bem, no meio da calamidade, há boas notícias. A equipa da Filmin Portugal, através de uma colaboração estreita com alguns dos parceiros mais ativos, vem reforçar a oferta de filmes e séries portuguesas.

A Herdade

Assim, chega ainda este mês à plataforma a mini-série de quatro episódios A Herdade, de Tiago Guedes, do homónimo filme premiado no Festival de Veneza, bem como o filme Mosquito de João Nuno Pinto, forçado a sair das salas de cinema e que, na Filmin, encontra uma casa para que possa chegar àqueles que não tiveram oportunidade de o ver no grande ecrã.

Há ainda outros filmes de produção nacional, como Entre os Dedos, Um Amor de Perdição e Mistérios de Lisboa, bem como a série O Pequeno QuinQuin, além de outros títulos a anunciar em breve.

Em comunicado, a Filmin Portugal terá ainda um focus especial sobre Kore-Eda com o filme vencedor da Palma de Ouro de Cannes em 2018, Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões, acompanhado de Depois da tempestade e A Nossa Irmã Mais Nova.

Já no que toca ao aluguer, uma vez que a plataforma tem essa opção, destaque para J’Accuse – O Oficial e o Espião, de Roman Polanski, bem como para o tocante documentário candidato ao Oscar, “For Sama“, de Waad Al-Kateab e Edward Watts, ambos da Midas Filmes.

De resto, poderão esperar películas como A Árvore da discórdia, O Mistério de Silver Lake, 3 Rostos, À Porta da Eternidade, Besta, Era Uma Vez em Brasilia, Rosei – Uma Família sem teto, entre muitos outros.

Finalmente, a Filmin Portugal fez ainda questão de saber que acolherá uma versão digital da recentemente adiada Festa do Cinema Italiano, pondo-se desta maneira ao serviço da cultura cinematográfica, criando uma casa virtual para todos aqueles filmes e festivais que não puderam acontecer.

Se estiverem interessados em assistir às opções disponíveis na plataforma, podem fazê-lo através de uma subscrição mensal de 6,95€ ou, por outro lado, com uma anuidade de 55€. Atenção que, aqui, não há partilha de contas.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,568FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
612SeguidoresSeguir

Relacionados

Disney+ já não oferece período experimental gratuito de sete dias

O serviço ainda não está disponível por cá, mas, quando chegar a Portugal, os utilizadores já não poderão experimentar gratuitamente o serviço.

Para quando uma espécie de Hulu em Portugal?

Em Portugal, temos muitos serviços de streaming. Desde a Netflix, HBO, Amazon e, brevemente, o Disney+. Ainda assim, não é disso que vou falar hoje. Mas sim da criação de uma espécie de Hulu em Portugal.

Novas temporadas e séries da CW já só estreiam em 2021

Más notícias se acompanham séries como The Flash, Supergirl ou Batwoman.

Filmin vai ter oito filmes europeus para vermos gratuitamente durante uma semana

A ideia é trazer à tona uma reflexão sobre a ideia de Europa através do cinema que nela é criado.
- Publicidade -

Mais Recentes

Deixa de ser possível usar chapéus de sol para marcar lugar nas praias do Algarve

Entre as 20h30 e as 08h30, todos os objetos deixados no areal das praias do Algarve vão ser retirados pelas autoridades competentes.

FREE NOW finalmente disponível no Algarve

Foi preciso a Kapten juntar-se à Free Now para ficar disponível na região sul do país.