fbpx

Sugestões da Netflix: Meia dúzia de filmes de terror pouco conhecidos

O Halloween já passou, mas isso não é desculpa para não continuarmos a ver filmes de terror, especialmente se forem fãs desse género.

Fãs ou não, este é um dos géneros mais interessantes do mundo do entretenimento, pois explora a nossa capacidade de reagir face aos nossos medos, e, até, a controlar emoções.

Para alguns, é mesmo uma delícia sentir a adrenalina dos momentos de tensão e susto. Na Netflix, o que não faltam são conteúdos destes e de alta qualidade, e que são, por vezes, ignorados.

A sugestão que temos para vocês transforma-se em seis filmes de terror que provavelmente vos passaram despercebidos, mas que estão à distância de um clique.

Creep (2014)

Creep é um filme independente de 2014 que pertence ao subgénero de found footage e que teve o seu lançamento internacional na Netflix.

Com 96% no contador do Rotten Tomatoes, Creep apresenta-nos o episódio de um videógrafo que aceita fazer um estranho trabalho numa cidade remota para filmar os últimos momentos de um senhor que está prestes a morrer. É basicamente a receita perfeita para ficarmos a saber que algo vai correr muito mal.

Hostage To The Devil (2016)

Filmes de exorcismo podem categorizar-se, também, no seu próprio subgénero. E ainda hoje continuam a ser inspiração para histórias de terror, como é o caso de Hostage To The Devil.

Este filme de 2016 apresenta-se num formato de documentário com diversas entrevistas e reconstruções dramáticas, contando-nos o que parece ser uma história baseada num episódio real sobre uma criança possuída. Certamente algo que nos vai deixar arrepiados.

Silêncio (2016)

Silêncio é um dos filmes de terror mais interessantes na Netflix. É a típica história de predador versus presa, mas com um twist.

Neste filme, vamos acompanhar uma escritora surda que se mudou para uma casa na floresta isolada do mundo. Um dia, uma alma mal intencionada aproveita-se da sua condição e tenta matá-la. Silêncio é um filme cheio de suspense e com técnicas de realização bastante interessantes, especialmente a nível do uso do som.

Sou a Cara Bonita Que Vive Nesta Casa (2016)

Sou a Cara Bonita Que Vive Nesta Casa pode ter um nome engraçado, mas é um conteúdo bem sinistro e é um Original da Netflix.

Este é um filme desaconselhado a quem tem medo de fantasmas, pois conta a história de uma jovem enfermeira que é contratada para cuidar de uma velha escritora que está de cama. A parte sinistra começa quando a jovem enfermeira começa a acreditar nas histórias da escritora, o que a leva a tomar ações e a deixar-nos, a nós espectadores, muito assustados.

Jogo Perigoso (2017)

Também Original da Netflix é este filme direcionado para um público mais adulto, retratando o lado mais perturbador das fantasias sexuais.

Baseado no romance de Stephen King do mesmo nome, Jogo Perigoso é um thriller psicológico que promete deixar-nos desconfortáveis e assustados com as visões alucinantes da nossa personagem principal.

Emilie (2015)

Por fim, Emelie, um filme de terror psicológico que explora a demência humana.

Quando uma família substitui a ama das crianças, estas reparam que Emelie tem um lado sinistro e um passado assustador, o que desencadeia a trama deste filme.

Estas são apenas algumas das sugestões da Netflix para filmes de terror e horror. Podem encontrar outras sugestões procurando pelo género na plataforma ou deixarem-se levar pelas recomendações… depois de verem um destes filmes.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,781FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

13.ª Festa do Cinema Italiano vai mesmo realizar-se este ano

Será em novembro, em mais de 10 cidades portuguesas.

Filmes da saga Balas & Bolinhos estão a chegar ao canal oficial do YouTube

Os primeiros dois filmes já foram disponibilizados oficialmente. Só falta o terceiro e último capítulo.

Crítica – The Lodge

The Lodge não é um filme de horror normal. E ainda bem. Porque estamos perante um dos melhores filmes de 2020 até à data.
- Publicidade -

Mais Recentes